How I Met Your Father – Review da 2.ª Temporada
| 12 Jul, 2023
6.6

Publicidade

A 2.ª temporada de How I Met Your Father chegou ao fim e devo confessar que há algo na série que me incomoda. Não vale a pena fazer comparações com a série mãe, mas, ainda assim, devem ressalvar-se os aspetos positivos que podiam ser aproveitados e adaptados. How I Met Your Mother conseguia de forma natural tornar todos os elementos do grupo protagonistas. Já esta, falha especialmente com Sid e Ellen. É muito óbvio que devemos querer Jesse e Sophie juntos, mesmo que o nosso casal favorito seja Valentina e Charlie (pelo menos o meu é). No entanto, Sid e Ellen acabam por ficar de lado, à deriva, o que é triste, considerando que a relação de Sid é das mais interessantes. Ele e Hannah são uma espécie de Marshall e Lily gone wrong. E, claro, para escapar a toda a heteronormatividade desta série, Ellen é fundamental; para além de que é uma excelente profissional. Aliás, esse é outro aspeto negativo. Nesta temporada pouco vimos as personagens nos seus trabalhos, algo que na série original acontecia com imensa fluidez.

Embora seja verdade que já me afeiçoei às personagens, tal como tudo o que fui mencionando até agora, a própria representação revela-se um pouco forçada nesta temporada. Adicionalmente, queria mencionar que é muito triste que a série seja incapaz de nos fazer sentir que Sophie ficaria bem com outro homem que não Jesse. Em HIMYM, Victoria, Stella e Nora são apenas alguns dos nomes que ficarão para sempre na memória dos fãs. Já Ian ou Drew são bem esquecíveis.

Noutro tema, o cameo inicial de Barney foi fantástico, assim como os de Sandy Rivers, mas souberam a pouco. Pensei mesmo que iriam dar algo mais ao longo da temporada. Já a nível de easter eggs, desde desafios tipo rewardishment a pequenas alusões a HIMYM como o Rando, a série continua a resultar e sentimos mesmo que este grupo de amigos tem dinâmicas parecidas com o anterior.

A nível de enredo, embora perceba Jesse e Sophie, não me parece natural. Até porque conseguiram fazer com que eu gostasse bastante de Parker nos últimos episódios. Foi bonito todo o progresso deles esta temporada? Foi, mas não é isso que fica. Fica a descoberta do pai de Sophie, a disputa no trabalho entre Ellen e Sophie, toda a dinâmica de Valentina e Charlie (aquele final de temporada deu-nos esperança!), a amizade que Ellen e Charlie desenvolvem e, sempre, o bromance de Sid e Jesse.

Espero, honestamente, que tenhamos direito a uma 3.ª temporada, mas que esta seja mais natural e que eleve de forma igual todas as personagens principais, assim como as suas vidas amorosas e profissionais.

Melhor episódio:

Episódio 8 – Rewardishment – Esta escolha vem de adorar easter eggs e das minhas partes favoritas de ambas as séries serem os episódios dedicados a algum tipo de desafio em que todos os elementos estão envolvidos. Acabam por ser os mais divertidos e memoráveis.

Personagem de destaque:

Charlie (Tom Ainsley) – Tem um coração de ouro e consegue, facilmente, ser a personagem mais engraçada e adorável da série. Quer se concorde ou não com a sua forma de ver o mundo, é impossível ficarmos indiferentes à sensibilidade e charme que traz ao grupo.

Temporada: 2
Nº Episódios: 20
6.6
7
Interpretação
6
Argumento
7
Realização
6
Banda Sonora

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

those about to die

Recomendamos