Sara Ramirez, que desempenhou o papel de Callie Torres na série Grey’s Anatomy entre 2006 e 2016, juntou-se ao elenco da sequela de Sex and the City – intitulada And Just Like That… – a ser exibida no streamer HBO Max.

Graças ao esforços do produtor executivo Michael Patrick King, Ramirez vai contracenar com Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon e Kristin Davis numa narrativa que tem lugar cerca de 20 anos depois da versão original da série.

And Just Like That… acompanha as vidas de Carrie (Parker), Miranda (Nixon) e Charlotte (Davis) à medida que estas enfrentam a passagem da realidade complicada das suas vidas e amizades na casa dos trinta anos para a realidade ainda mais complexa destas questões, agora que atravessam a faixa etária dos 50. Os dez episódios que estão previstos, de meia hora cada um, vão começar a ser produzidos durante este verão, em Nova Iorque.

Ramirez vai interpretar Che Diaz, naquele que será o seu primeiro papel não-binário depois de se ter identificado como tal, em agosto de 2020. A personagem faz comédia stand-up, é queer e apresenta um podcast onde Carrie Bradshaw aparece regularmente. Com uma presença forte, um coração grande e um sentido de humor mordaz, o seu ponto de vista progressivo sobre papéis de género torna tanto a dupla como o podcast muito populares.

A série da HBO Sex and the City foi criada por Darren Star, mas baseada nos capítulos do livro homónimo da jornalista norte-americana Candace Bushnell, publicado em 1997. O trio de protagonistas também desempenha funções atrás das câmaras, integrando a equipa de produção executiva.

De notar que Ramirez fez história ao encarnar a Dr.ª Callie Torres durante mais de uma década, tornando-a na personagem LGBTQ+ com mais tempo de antena de sempre na história da televisão. Mais recentemente, fez parte do elenco de Madam Secretary.