Os tempos das donzelas em apuros já lá vão. O que queremos nas séries são mulheres com personalidade forte e espírito independente.
Como hoje é o nosso dia, aqui vai uma seleção cuidadosa das personagens femininas mais badass da televisão. Cada uma é única à sua maneira e todas elas fantásticas. Temos clones, detetives (adolescentes e oficiais!), caçadoras de vampiros, agentes do FBI mas também secretárias, princesas e ‘chefas’ de família. E o que dizer das atrizes que as representam!
Elas são, sem dúvida, mesmo especiais. Dá uma espreitadela! E feliz Dia da Mulher!
.

Sarah Manning (Orphan Black)

Sarah_OB1

Se fosse cem por cento honesta, tinha que dizer que todas as clones de Orphan Black são badass à sua maneira. Contudo, Sarah é a mais rebelde das irmãs. Quero dizer, fazer-se passar pelos outros clones não é para qualquer pessoa!
Com um passado complicado, Sarah volta para a família disposta a recuperar a filha. Só não esperava que a sua vida desse uma volta descomunal e descobrisse que existem imensas mulheres iguais a ela. Depois disso, ela fingiu a própria morte, fez de polícia, protegeu a filha de tudo e de todos, personificou as irmãs para as ajudar nos sarilhos em que se metem (cof cof Alison cof cof), ainda teve tempo para o romance… enfim, uma bad girl da cabeça aos pés.

.

Veronica Mars (Veronica Mars)

24d3cra

A morte da melhor amiga da Veronica mudou a sua vida para sempre. Deixou se der a menina bonita e bem comportada e tornou-se uma detetive privada temida pelos colegas. Não havia nada que ela não conseguisse descobrir. Extremamente inteligente, vingativa, de língua afiada e cheia de esquemas, Veronica desmascarava traidores, ladrões e bullies. Até a polícia de Neptune sabia que tinha que ter cuidado com ela (porque sabiam que ela era mais esperta do que eles todos juntos). Durante as três temporadas da série e o filme, Veronica dominou total e completamente Veronica Mars, fazendo justiça ao seu nome no título. As únicas vezes que ela cedia o seu spotlight era para Logan Echolls, o seu famoso namorado da série.

.

Clarke Griffin (The 100)

The-100-season-2-episode-1-Clarke-escapes

Clarke é uma líder. Mandada para a Terra juntamente com mais noventa e nove adolescentes, ela sempre demonstrou qualidades de líder e extrema inteligência, aliada às suas habilidades . Conquistou facilmente a confiança dos colegas e, juntamente com Bellamy e Finn manteve a ordem no acampamento. Foi uma peça chave na guerra com os grounders e voltou a essencial quando fizeram o tratado de paz. Nem a chegada dos adultos à Terra a parou. Clarke é a líder das ‘pessoas do céu’, a mais respeitada por todos e sem ela não haveria qualquer aliança. Como qualquer heroína que se preze, Clarke sofreu a perda do pai e do amado, que só a endureceram ainda mais. Agora Clarke caminha para libertar os amigos… e está, como sempre, na frente da batalha.

.

Fiona Gallagher (Shameless)

shameless fiona

Quando tinha 15 anos, Fiona teve que abandonar a escola porque a mãe saiu de casa e o pai passava a vida a beber. Com quatro irmãos mais novos para sustentar, Fiona arregaçou as mangas e trabalhou o que fosse preciso para colocar comida na mesa da família Gallagher. Claro que as coisas ficaram mais fáceis à medida que os irmãos foram crescendo (principalmente Ian e Lip) mas durante muito tempo foi Fiona que evitou que a família chegasse ao fundo do poço. Fiona não é perfeita, longe disso. Mas há que dar mérito a uma rapariga que, com seis anos, carrega, sozinha, um irmão cheio de febre nos braços até ao hospital.

.

Snow White (Once Upon a Time)

004_Snow_White_(2)

Lembram-se da Branca de Neve do filme da Disney que se limitava a cantar para os animais e a dormir à espera que o Príncipe Encantado lhe desse o beijo do verdadeiro amor? Pois, nada a ver. A Snow White de OUaT desenvencilha-se muitíssimo bem sozinha e é uma verdadeira lutadora. É corajosa, destemida e uma mestre no arco e flecha. Precisam-se de mais princesas Disney como ela! Não deixa de ter o seu príncipe, e é muitíssimo apaixonada por ele. Para além de ser uma verdadeira guerreira, Snow é também uma grande amiga e uma excelente mãe (que teve que fazer escolhas bem difíceis para assegurar o futuro da filha) e mulher. Claro que tem o seu lado negro, mas isso é que a torna a versão mais perfeita da nossa mítica Branca de Neve.

.

Kate Beckett (Castle)

400px-CastleS5E23_002

Kate decidiu tornar-se detetive após a morte da sua mãe, que estava envolta em mistério. Ela passou muitos anos da sua carreira obcecada com o caso, acabando por desistir quando se apercebeu que estava a destruí-la por dentro. É muito respeitada na NYPD e o seu encanto chega a outro nível quando Richard Castle se inspira nela para escrever a sua nova saga de romances policiais, fascinado pela sua beleza, inteligência, força de espírito e empenho nos casos. Na parceria, é Kate quem segura a arma e que protege Castle. Damas em apuros? Não em Castle.

.

Buffy Summers (Buffy: The Vampire Slayer)

Buffy_and_her_stake_The_Harvest

Buffy deve ser das personagens femininas mais famosas e icónicas da televisão. A famosa personagem de Sarah Michelle Gellar mal sabia o que a esperava quando se mudou para a cidade de Sunnydale com a mãe. Passou de adolescente superficial a uma temível caçadora de vampiros. Ela tentava balançar a vida escolar com a suas atividades extra-curriculares (tentou ser uma cheerleader), mas a sua outra vida estava demasiado presente para ser uma adolescente normal. Os problemas a sério chegaram quando Buffy se apaixonou… por um vampiro. Contudo, como nada na sua vida era fácil, Angel perdeu a alma quando atingiu a felicidade plena, ao lado da amada, forçando-o a abandonar a cidade e Buffy.
Buffy é uma força da natureza, uma guerreira, justiceira, amiga, filha e estudante. Morreu e ressuscitou duas vezes, mas perdeu muito na sua jornada de caçadora…

.

Daenerys Targaryen (Game of Thrones)

Daenerys-Targaryen-And-Dragon

Quando alguém tem o apelido Targaryen, uma pessoa fica sempre de pé atrás. Nas palavras de Ser Barristan Selmy, ‘O rei Jaehaerys uma vez disse-me que a loucura e a grandeza eram dois lados da mesma moeda. Cada vez que nasce um Targaryen, disse ele, os deuses lançam uma moeda ao ar e o mundo contém a respiração para ver como cairá.‘ Com Daenerys, parece que a moeda aterrou no lado da grandeza, mas ainda há muita história para contar. Contudo, quer Dany se sente no Iron Throne quer não, continua a ser uma das mulheres com M grande da série. Ela teve que abortar o filho para salvar o marido e quando ele acabou por não sobreviver, não se deixou abater e levantou-se para repor o nome Targaryen na família real de Westeros. Ela tem a ajuda de vários conselheiros (visto que ela, tecnicamente, só tem 13 anos e precisa de ajuda) e de três dragões. Mas a única (suposta) Targaryen viva sabe desenvencilhar-se muito bem sozinha e é uma jovem cheia de força, ainda que por vezes possa ser ingénua. O caminho de Dany está longe de terminar e aguardo ansiosamente para saber mais da sua jornada…

.

Virginia Johnson (Masters of Sex)

Lizzy Caplan

Gini desafia as leis sociais da América dos anos 50. Divorciada por duas vezes e mãe de um rapaz e de uma rapariga, Johnson é uma mulher muito moderna para a época em que vive. Tem relações casuais e não acredita nos contos de fadas do ‘príncipe salva princesa’. Muito independente e senhora do seu nariz, Virginia conquistou o seu lugar ao lado de William Masters com a sua personalidade tão pouco vulgar para a altura. Mesmo sem ter qualquer formação médica, Gini torna-se imprescindível no estudo, ao ponto de Masters não conseguir funcionar bem sem ela. O problema é que o trabalho e Masters acabam por afastá-la da família. Mas Masters of Sex brilha pelas suas personagens tão perfeitamente imperfeitas.

.

Alicia Florrick (The Good Wife)

THE GOOD WIFE

Alicia vê o seu mundo virado de pernas para o ar quando são revelados os vários casos amorosos do marido e a alegada corrupção, visto que ele era procurador de estado. Com o nome da família na lama, Alicia arregaça as mangas e torna-se no ganha-pão depois de Peter ir para a cadeira. Licenciada em Direito, ela deixou de exercer depois de casar mas volta ao ativo, enquanto toma conta dos filhos adolescentes. Alicia começa por baixo, na firma de um amigo a Stern, Lockhart & Gardner, mas como tem talento natural para advocacia, vai subindo na carreira. Apesar de continuar casada pelas aparências, Alicia não desiste do amor. Alicia é uma mulher complexa e complicada e é isso que a torna uma protagonista tão boa e um exemplo.

.

Annalise Keating (How to Get Away with Murder)

htgawm-viola-davis-annalise-keating

Conhecemos a Annalise em 2014 e todos nos rendemos à sua personagem e à fantástica interpretação da grande Viola Davis. Annalise é uma poderosa advogada e professora de Direito. Uma das características que mais gosto Annalise é vermos para lá da sua máscara que usa na profissão. Vimo-la em baixo, muito em baixo. Mas também a vimos em todo o seu esplendor, a arrasar tudo e todos em tribunal. Com ela ninguém faz farinha e está quase sempre um passo à frente dos outros. Por muito que não concordemos sempre com as suas atitudes, é isso que a torna numa personagem tão interessante. Isso e não sabermos qual será o seu próximo passo. Que a segunda temporada chegue rápido.

.

Constance Bonacieux (The Musketeers)

tumblr_inline_nbfcgzgv9X1sln6xb

Constance é o interesse amoroso de D’Artagnan. Podia dizer que só isto é que a torna especial. Graças a Deus que não é. O romance com o mosqueteiro torna tudo mais especial, mas Mrs. Bonacieux é das personagens mais interessantes na série. A história passa-se em pleno século XVII e a voz das mulheres era igual a nada. O problema é que Constance é corajosa, franca, aventureira, cheia de genica, que luta pelo que acha justo. Não são poucas as vezes que se prontifica a ajudar os mosqueteiros, quando precisam de uma mão feminina. E todos eles a respeitam. Uma das razões pela quais achava o marido dela tão insuportável era por não aceitar a personalidade forte da mulher. Abençoado D’Artagnan!

.

Jennifer ‘JJ’ Jareau (Criminal Minds)

criminal-minds

Jennifer Jareau. Agente Especial do FBI. Âncora feminina da equipa da BAU. Mulher corajosa. Mãe protetora. São apenas algumas das expressões que poderiamos utilizar para descrever JJ, mas que nem todas juntas fazem jus à mulher que ela é. Começou como uma simples intermediária entre o a BAU e os média e é agora uma das melhores profilers do FBI, tendo crescido de uma forma brilhante ao longo dos 10 anos que Criminal Minds já nos proporcionou. É a rocha firme a quem a equipa sabe que pode recorrer sempre que necessário, é a mãe que compreende todas as perdas das famílias que vão sendo vítimas dos mais horripilantes crimes e é a lutadora que já sofreu e ultrapassou traumas pessoais fortíssimos. Deixa sem argumentos qualquer pessoa que lhe queira pôr o rótulo de Barbie ou princesinha, pois JJ é uma mulher destemida e feroz, que luta pelo que ama e não deixa que ninguém lhe diga que não é capaz.

.

Lagertha (Vikings)

maxresdefault

Ao contrário do que acontecia na cultura ocidental da época (séculos VIII a XI), em que as mulheres não saiam das muralhas e apenas serviam para trabalhar na casa e nas terras, os Vikings não subestimavam as suas mulheres, e Lagertha representa o expoente máximo do potencial feminino desta cultura nórdica medieval. Ela é uma mãe de família e uma agricultora, antes de mais, tal como o seu primeiro marido, Ragnar Lothbrok. Mas tal como Ragnar, Lagertha é muito mais do que isso, também ela tem uma visão futurista, também ela quer explorar o desconhecido e descobrir o que é novo. Mais que agricultora, ela é uma shieldmaiden, uma escudeira, uma guerreira, uma viking que luta lado a lado com os homens nas suas batalhas e conquistas e que é igualmente bárbara se for necessário. Quem se atrever a dizer que uma mulher não pode com um escudo e com uma espada para lutar como um homem, engana-se, e a personagem de Katheryn Winnick vem mostrar isso mesmo.

.

Sameen Shaw (Person of Interest)

Sarah-Shahi-as-Samantha-Shaw-using-sniper-rifle-Person-of-Interest

Esta mulher foi das melhores adições que Person of Interest podia ter feito. Shaw é uma ex-militar da marinha e dos serviços de inteligência do exército, que foi recrutada pelo Governo para lidar das ameaças relevantes à segurança do país. Depois a tentarem silenciar e matarem o seu parceiro, Shaw acaba por se aliar a Finch e Reese. Desligada de qualquer sentimento que não raiva, devido a um certo nível de sociopatia, com uma pontaria infalível e um gosto especial por carros e armas grandes, Shaw é uma mulher assustadora e perigosa, capaz de agir sem quais remorsos ou inquietações. Mas no fundo, ela é uma protetora e embora não o mostre, Sameen Shaw é leal e preocupa-se com aqueles que ao longo dos episódios se vão tornando na sua família, Finch, Reese, Root… até Fusco e, claro, Bear, o cão. Ela é capaz de arriscar tudo e sacrificar a própria vida se isso levar à sobrevivência daqueles que ela quer proteger.

.

Qual/Quais das nossas meninas gostas mais? E que nomes acrescentavas?

.

Maria Sofia Santos (com 3 contribuições de Mélanie Costa)