Sankt Maik – 01×01 – Da Chuva à Igreja
| 14 Dez, 2021

[Contém spoilers]

Estreou ontem à noite na RTP2 uma série alemã chamada Sankt Maik e o nome do primeiro episódio traduz-se em algo como Da Chuva à Igreja.

A trama centra-se em Maik Schäfer (Daniel Donskoy), um ladrão que se disfarça de padre para evitar ser apanhado por uma série de furtos que efetuou enquanto revisor numa viagem de comboio para uma pequena localidade. Quando chega a Läuterberg, tem que manter o disfarce e fingir que é o novo padre da paróquia, depois de o verdadeiro ter morrido a bordo do comboio. Nunca vi a série Impastor, mas o conceito de Sankt Maik parece-me muito semelhante.

Maik vai ter mesmo que se aguentar à bronca, pois precisa de ajudar o irmão a juntar dinheiro para saldar uma dívida relacionada com droga. O nosso falso padre está então de olho numa peça valiosa da Igreja, mas chegar à verdadeira não vai ser tão fácil quanto deitar a mão à cópia. A premissa é engraçada e a série acaba por concretizar bastante bem esse objetivo de divertir. Não no sentido de ser para rir, mas de entreter, com muita coisa caricata a acontecer, num formato claramente levezinho e bem-disposto. O melhor é a banda sonora, com direito a Queen e tudo, mas não só.

O protagonista é um criminoso, mas a verdade é que é um tipo incrivelmente simpático e não dá para não gostar dele. Aliás, as paroquianas adoraram-no assim que o viram e eu compreendo. Talvez mais pessoas se interessassem por missa se houvesse mais padres jovens, bonitos e incrivelmente descontraídos. Eu sei que isso é um interesse errado pela religião, mas, não sendo crente, permito a mim mesma esta gracinha.

Assim que chega à paróquia, Maik começa a fazer a diferença na vida das pessoas. É claro que esta parte é bastante cliché, mas a história não tinha grandes hipóteses de durar se houvesse uma resistência à presença deste novo “padre”. Há alguns personagens com direito ao seu tempo de ecrã, nomeadamente um miúdo de bom coração, mas que se mete em problemas, e a sua mãe solteira, cujo patrão é um verdadeiro idiota. O problema é que os furtos no comboio estão a ser investigados pela polícia local e é a diretora do coro da igreja a responsável pelo caso. Ainda por cima, já é algo óbvio que existe um interessezinho entre Maik e a polícia que conduz a investigação. Também isto é cliché, mas não me causa grande confusão.

Não há grandes aspetos que se destaquem pela negativa, por isso resta-me apontar outra coisa que me agrada: o cenário de uma pequena localidade. Estes locais têm uma alma muito própria, com sentido de comunidade, de que gosto bastante. Se procuras uma série que não te faça pensar muito, esta pode ser uma boa opção. Sankt Maik passa na RTP2 de segunda a sexta-feira, pelas 22h. Se perderes os episódios, podes sempre recorrer à RTP Play para ver mais tarde.

Diana Sampaio

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos