Grandfathered – 01×01 – Pilot
| 03 Out, 2015

Contém SPOILERS!

Grandfathered é uma comédia da Fox que acompanha o quotidiano do quinquagenário solteirão, Jimmy Martino (John Stamos). Cobiçado pelas mulheres, Jimmy tem um dos restaurantes mais famosos da cidade, local onde, subitamente, descobre que é pai… e avô!

Jimmy ambiciona duas coisas na sua vida: que o seu restaurante seja um hit para famosos e manter o charme que conquista todas as mulheres que passam por lá. Os cabelos brancos são pintados (ou arrancados) e o sorriso de menino travesso é espalhado pelo grande salão de jantar daquele estabelecimento comercial. Tudo vai de vento em poupa até que Gerald vai visitar Jimmy e lança a bomba: é seu filho! Não fosse o choque de dimensões colossais, eis que as surpresas não acabam e eis que surge Edie, a filha de Gerald. Em segundos, o homem, que tanto apregoa que sonha ter uma família, ganha um filho e uma neta.

A vida de Jimmy sofre uma grande reviravolta já que, incentivado (leia-se forçado) pelos seus funcionários, salta de cabeça nesta nova aventura. Durante o episódio ficamos a saber que Gerald é filho do grande amor do passado de Jimmy, Sara, e que o o jovem é uma excelente pessoa, mas bastante ingénuo. Gerald procura o pai porque tem um desejo: que este o ajude a conquistar Vanessa, a mãe de Edie, que vê nele apenas um amigo.

A temática da série é conhecida do grande público, aliás, demasiado conhecida. Foram inúmeros os filmes e séries nas últimas duas ou três décadas que relatavam a vida de solteirões que, a determinada altura, se viam a braços com um filho com quem não contavam. Tratando-se de uma comédia, o humor predominou em todo o episódio, embora a qualidade das piadas não seja a melhor.

Para completar a comédia, os guionistas criaram um conjunto de personagens estereotipadas que, a meu ver, estão já desgastadas aos olhos do público: temos então um solteirão bem-sucedido, um pouco convencido, que se atrapalha todo ao descobrir que é pai; um jovem ingénuo, mas com um coração enorme, que anseia pelo coração da brasa que domina os seus sonhos; uma mãe solteira, galinha, que é capaz de matar quem atrapalhar a vida do seu filho; uma lésbica que cospe sarcasmo sempre que abre a boca; e uma jovem atraente que vê em Gerald apenas um bom amigo, apenas se envolveu com ele após uma grande bebedeira.

Em suma, a série não traz nada de original, já que repete um tema demasiado desgastado, com um o tipo de humor ultrapassado e pouco inteligente. Não será uma série de topo, mas poderá ser vista para preencher um espaço em branco na vossa agenda de séries!

Rui André Pereira

Publicidade

Populares

ramy

calendário estreias

the resident poster

Recomendamos