Valor – 01×01 – Pilot
| 12 Out, 2017

Publicidade

[Contém Spoilers]

Valor é o novo drama militar desta fall season que começa com uma missão na Somália e é a bordo de um helicóptero que conhecemos o par de protagonistas: o Capitão Leland Gallo (Matt Barr, de Sleepy Hollow) e a oficial Nora Madani (Christina Ochoa), a primeira mulher a servir como piloto na divisão de operações especiais. Conhecemos também o Sargento Jimmy Kam (W. Trè Davis), que segue igualmente a bordo do helicóptero.

A missão era simples: resgatar um prisioneiro, mas, no momento do resgate, a equipa é atacada e Madani é atingida na perna quando levantam voo já com o prisioneiro a bordo. Nesse momento é lançado um míssil contra o helicóptero, mas não assistimos à conclusão da cena, sendo que a história avança um mês, passando-se já na América.

Madani, que tem um relacionamento com outro militar, Porter (Charlie Barnett, de Chicago Fire), está de volta ao trabalho, onde ela e o capitão Gallo são condecorados pela missão, sendo os únicos dois a regressarem com vida.

Em conversa entre os dois percebe-se que eles escondem algum pormenor da missão e que tomaram uma decisão da qual se arrependem, pelo menos Madani, e isso está a deixá-la demasiado nervosa e com medo.

Entretanto, descobrimos que Jimmy está vivo, juntamente com o Sargento Hendrix, quando este contacta a mulher e o filho, mas foi feito prisioneiro e os captores querem que sejam libertados 50 membros do ISIS detidos pelos EUA para que eles sejam devolvidos com vida às suas famílias.  É aí que entra em ação a CIA, liderada por Thea (Melissa Roxburgh), que vai colaborar com os militares para saberem o que aconteceu e resgatar Jimmy.

Madani é posta de parte e a fazer trabalho de secretária devido ao trauma recente, mas mostra-se muito valente e lá prova que superou o que aconteceu e acaba por ter autorização para se juntar à equipa indicada para resgatar os dois homens.

Depois de toda esta confusão até agora, Madani e Gallo percebem que há mais qualquer coisa a envolver a missão na Somália e decidem investigar por conta própria quem é o prisioneiro que foram resgatar naquela noite: Davis Goundry, um soldado americano dado como morto em 2014.

Em flashbacks temos acesso ao que aconteceu naquela noite há um mês atrás: o helicóptero foi atingido e foi necessário aterrar de emergência, daí Jimmy e o Sargento Hendrix terem saltado do helicóptero para a água, enquanto Madani, Gallo, o prisioneiro e outro militar se mantiveram no helicóptero enquanto este se despenhava (saíram todos são e salvos, muito bem, totalmente realista!). Depois disto, o outro militar, Richard Lasky, que pelo vistos foi o responsável por enviar Davis para a Somália antes deste ser capturado, prepara-se para o matar, mas Gallo mete-se à frente, enquanto Madani dispara a matar sobre Lasky. Nisto, Davis foge pela floresta sem deixar rasto.

Nem sei como avaliar Valor! A série acaba por ser, se me permitem, uma salgalhada. Toda uma conspiração é descoberta no primeiro episódio e isso, diga-se, é a única parte boa da história, pois a isso junta-se uma mistura de tensão sexual entre todos os envolvidos no drama, entre os dois protagonistas, entre o namorado da protagonista e a agente da CIA, que quer destruir a protagonista, que, por sua vez, fez uma coisa má e mentiu a tudo e todos, mas acabou com isso a descobrir toda uma conspiração governamental. Confusos? Eu também fiquei. E têm todos de ser os militares mais bonitos que existem neste mundo e arredores?! São todos tão direitinhos e arranjadinhos e bonitinhos. Não faz sentido.

Com isto, acho que a “missão” vai abortar rapidamente, mas sintam-se na liberdade de me contestar.

David Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

those about to die

Recomendamos