Classificação

6.5
Interpretação
6
Argumento
6.5
Realização
6
Banda Sonora

Dr. Ken é criado, escrito, produzido e protagonizado pelo hilariante Ken Jeong e conta as peripécias de um pai de família enquanto tenta frustradamente manter a sua vida familiar tranquila e, ao mesmo tempo, assegurar a sua vida profissional como médico igualmente organizada. Pelo caminho recebe ajuda da inteligente esposa Allison (interpretada pela Suzy Nakamura) e pelos colegas de trabalho Damona (Tisha Campbell-Martin), Clark (Jonathan Slavin) e Julie (Kate Simses), enquanto é importunado pelo rigoroso Pat (David Foley).

Era uma questão de tempo até Ken Jeong ganhar a sua própria sitcom. O ator é talentoso, carismático e extremamente engraçado. O que não esperava era uma série sobre um homem com um emprego estável e uma simpática família. Jeong é mais conhecido por interpretar personagens excêntricos e geralmente solteiros, como em Community e na trilogia The Hangover.

Ademais, hoje em dia a diversidade étnico-racial na indústria de entretenimento precisa de um incentivo e até agora tem recebido uma grande ajuda de séries como Orange is the New Black, Sense8, How to Get Away with Murder (assim como um certo discurso de Viola Davis) e mais recentemente Fresh Off the Boat. No entanto, a qualidade de Dr. Ken não me faz acreditar que irá participar por muito tempo nesta revolução.

Para além do personagem principal ser infantil e impulsivo, principalmente na presença da família, e cínico perante a nova geração, a série preocupa-se demasiado com piadinhas estereotipadas sobre asiáticos, apesar da sitcom ser claramente uma espécie de biografia de Ken, que foi médico antes de se tornar num comediante/ator.

O que não falta em Dr. Ken são atores da TV respeitados: a série não só conta com o talento de Jeong, mas também de Foley, Campbell-Martin e Nakamura, veteranos na indústria da comédia, porém o guião do piloto desperdiçou tal talento.

A sitcom até teve alguns momentos engraçados, especialmente na cena da rave e do concurso de talento de Dave, mas não o suficiente para dar uma nota positiva ao piloto. Com alguns reparos e muita esperança, a série pode melhorar nos próximos episódios antes de sofrer o temido cancelamento.

Cátia Neto