The Divide – 01×06 – And the Little Ones Get Caught
| 17 Ago, 2014

01×06 – And the Little Ones Get Caught

No antepenúltimo episódio da primeira temporada de The Divide, o verdadeiro assassino dos Butler é revelado! Por isso, Spoiler Alert!

O episódio começa com a família Page voltando do evento de spoken word; Billy e Adam estão chateados com Trey por ter indirectamente criticado a maneira de pensar e agir do pai, e discutem sobre a influência de Isaiah sobre o jovem Trey. Esta cena mostrou que a tentativa de suicídio de Jenny, assim como o discurso de Isaiah mudaram a maneira de pensar de Trey, que acha que por ser afro-americano, tem de estudar e trabalhar mais do que o normal do que os outros para provar-se ser uma pessoa inteligente. Afectada pela paixão que Trey demonstra na sua performance, Billy faz uma decisão importante na vida dela: resolve desistir da profissão de advogada e perseguir a carreira que sempre queria, com o apoio de Adam. Porém, Stanley Zale, um dos seus clientes, tenta a chantagear a não despedir-se, pois há algum tempo tinha apoiado Billy na sua campanha para promotor público/advogado de estado.

Entretanto, Clark e Christine discutem com Terry por ter comunicado com um amigo (Eric Zale, filho de Stanley Zale) e ter arranjado trabalho fora do bar. Falar com pessoas, velhos amigos e suspeitos do assassínio dos Butler seria perigoso para a investigação, mas Terry quer intervir na investigação e descobrir informações na empresa onde trabalha. Clark deixa claro que Terry a intervir na investigação é condená-lo a si mesmo, à Innocence Innitiative e todos os condenados envolvidos na organização.

Na segunda metade do episódio, o verdadeiro drama começa: Bobby, depois de recuperar de mais uma ressaca, revela que quem realmente mandou confeccionar provas para incriminar Kucik e Bankwoski foi nada mais, nada menos que… Isaiah Page!

Sinceramente, não estava muito surpreendida com a revelação: Isaiah, ao longo da série, mostrou-se ser frio e antiquado, guardando rancor às pessoas que tiraram os direitos aos afro-americanos. Depois de um jantar mais do que silencioso da parte de Adam (que sabia da verdade o tempo todo, mas preferiu não discutir com Isaiah à frente de Trey), Adam finalmente confronta-o, e da discussão Adam descobre não só que Isaiah ajudou esconder provas do assassínio, mas também ajudou Stanley Zale a afastar o verdadeiro assassino da lista de suspeitos: Eric Zale, que desde a adolescência era um bêbado, irresponsável e competitivo em relação a Terry. Quando Adam conversa com Billy sobre o crime que Isaiah cometeu, Billy pede ao esposo para não o revelar por uma lógica razão: continuar com a investigação seria desastroso para a sua carreira, principalmente porque, como tinha mencionado antes, Stanley Zale financiou a maior parte da campanha de Adam. Na minha opinião o confronto foi a melhor parte da série e Damon Gupton e Clarke Peters fizeram um óptimo trabalho nesta cena.

Para além de Adam, Clark consegue ligar Eric Zale ao assassínio, descobrindo a partir de uma amiga de Emily Butler que Eric conhecia Emily e sabia da sua relação com Terry. Ao telefonar à Christine, é abordado por dois homens que lhe agridem severamente.

Horrorizada pelo estado de Clark, Christine pede ajuda a Adam para desmascarar os Zale.

Não quero dizer que este foi o melhor episódio da série inteira porque temo que as duas últimas desta temporada serão ainda melhores, mas recebe nota máxima por não ter nenhuma cena que não tenha gostado!

10/10

Cátia Neto

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos