Depois do sucesso televisivo, Game of Thrones está agora a caminho da Broadway. O autor dos livros que inspiraram a série, George R.R. Martin, está a desenvolver uma peça de teatro para a Broadway, para o West End e para a Austrália, que irá trazer de volta à vida personagens como Ned Stark e Jaime Lannister, ao dramatizar um evento lendário na história de Westeros, que aconteceu 16 anos antes dos acontecimentos da série.

A peça de teatro baseada no mundo de fantasia de George R.R. Martin é dos produtores Simon Painter e Tim Lawson em parceria com Kilburn Live. Martin está a trabalhar ao lado do dramaturgo Duncan MacMillan e do aclamado realizador Dominic Cooke. O primeiro espetáculo está previsto chegar às salas em 2023.

Esta produção conta com um elemento particular. Embora tenha havido muitos projetos colocados em desenvolvimento desde que a série acabou em 2019, este será o primeiro projeto a trazer várias das personagens mais acarinhadas pelo público. A peça irá decorrer durante um momento crucial da história de Westeros: o grande torneio de Harrenhal. A peça tem assim como grande objetivo contar mais sobre este evento que antes estava envolvido numa aura de mistério, trazendo ao palco muitas da personagens mais icónicas da série. A peça terá como foco uma história de amor, vingança, loucura e os perigos das profecias, revelando, pelo caminho, segredos e mentiras sobre os quais pouco se sabia até então.

Segundo as lendas de Westeros, este torneio decorria durante dez dias, sendo considerado o maior evento de competição da história de Westeros, com justas, competições de arco e flecha, entre outros. Nenhuma personagem foi oficialmente confirmada na peça, mas de acordo com os livros de Martin, os participantes incluem o jovem Ned Stark, a sua irmã rebelde Lyanna, o arrogante Jaime Lannister, o poderoso Lorde Robert Baratheon, o apaixonado Príncipe Rhaegar Targaryen, o arrojado Príncipe Oberyn Martell e o nobre cavaleiro Ser Barristan Selmy. No final do torneio, Rhaegar declarou o seu amor por Lyanna, o que em última instância deu início à rebelião de Robert e à derrota dos Targaryen.

“Este torneio é frequentemente referido em Game of Thrones, assim como nos meus livros, A Song of Ice and Fire. Agora, por fim, podemos contar toda a história, num palco”, disse George R.R. Martin ao The Hollywood Reporter. O escritor referiu ainda estar muito entusiasmado por voltar aos trabalhos para levar esta peça à Broadway, ao West End, à Austrália, assim como a outros palcos.

Esta nova produção relacionada com GoT junta-se à prequela em desenvolvimento na HBO, intitulada House of the Dragon, com estreia prevista para 2020, e a cinco possíveis outras séries do universo criado por Martin. São elas: Tales of Dunk and Egg, uma série de animação, e 9 VoyagesFlea Bottom e 10.000 Ships.