Classificação

9
Interpretação
8
Argumento
7.5
Realização
8
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

Depois do reboot de Gossip Girl, a HBO Max traz-nos The Sex Lives of College Girls, que acaba por ter uma vibe parecida, mas mais madura. Criada por Mindy Kaling (também responsável por Never Have I Ever), a série acompanha a vida de quatro estudantes (interpretadas por Pauline ChalametAmrit KaurReneé Rapp e Alyah Chanelle Scott) e colegas de quarto da prestigiosa universidade de Essex.

O piloto faz um excelente trabalho ao apresentar-nos as protagonistas e a atribuir-lhes alguma profundidade, sendo que cada traço da sua personalidade tem consequências nas suas storylines, separadas e conjuntas. Com um elenco diverso, também as histórias de origens das personagens são diferenciadas, permitindo desta forma tocar em aspetos sociais relevantes de forma justificável, visto que impactam a vida das quatro estudantes. Temos Kimberly, habituada a ser a melhor aluna na sua escola pública num meio humilde no Arizona, que para além de ter de lidar com questões económicas, tem também de lidar com o seu namorado de liceu. Já Bela quer integrar-se no grupo de comédia da universidade e manter uma mentalidade positiva em relação ao sexo. Whitney, com uma personalidade forte, joga futebol e vive nas sombras da sua mãe, uma das senadoras mais poderosas do país, o que, por vezes, a faz duvidar de si mesma. Por fim, Leighton é a típica rapariga privilegiada que pertence a uma das famílias mais ricas de Upper East Side, Nova Iorque. Ainda assim, não é a personagem que mais à vontade está a partilhar a sua vida pessoal.

O que mais gostei no piloto – e em geral na premissa da série – foi a forma como o sexo foi encarado, de múltiplas perspetivas, mas sempre com leveza e elementos cómicos à mistura. Assim, podemos contar com uma tarde bem passada.

O piloto teve uma duração superior aos restantes episódios, talvez por querer apresentar convenientemente o enredo, por isso não deixes que te assuste e experimentem! Já vi o segundo episódio e mal posso esperar pelos próximos.

Ana Leandro