Nine Perfect Strangers – 01×01 – Random Acts of Mayhem
| 20 Ago, 2021

[Contém alguns spoilers]

Nine Perfect Strangers é a nova minissérie da Hulu criada por David E. Kelly, juntamente com John-Henry Butterworth, e baseia-se no livro de Liane Moriarty, a mesma autora do best-seller que inspirou Big Little Lies. O episódio piloto de Nine Perfect Strangers apresenta-nos nove estranhos que vão embarcar nesta aventura de oito episódios.

Com um elenco de excelência composto por Nicole Kidman, Melissa McCarthy, Bobby Cannavale, Luke Evans e Regina Hall, entre tantas outras caras conhecidas do público. Este primeiro episódio conta-nos a história das nove pessoas que vão para um retiro de dez dias para um centro de saúde e bem-estar em modo resort de luxo, o Tranquillum House, que promete curar e transformar os seus hóspedes.

Neste primeiro episódio começamos por conhecer a família Marconi. O pai é Napoleon Marconi (Michael Shannon), um professor que fala demasiado, mas que quer o melhor para a sua família, que precisa de curar-se do mal, ainda desconhecido, que lhes aconteceu. Conhecemos também Heather Marconi (Asher Keddie) e a filha do casal, Zoe Marconi (Grace Van Patten).

No caminho para o retiro de dez dias conhecemos também Jessica (Samara Weaving) e Ben Chandler (Melvin Gregg), um casal novo. Ela é influencer, ele conduz carros desportivos e têm a ambição de conseguir melhorar alguns aspetos no seu casamento, apesar do facto de não estar prevista uma tarefa fácil: dez dias off the grid para uma rapariga que vive para as redes sociais.

O episódio introduz-nos ainda Frances (McCarthy) uma escritora acusada de odiar o sexo feminino e que acabou de sair de uma relação com um vigarista e que precisa de olhar para a vida de uma nova maneira, depois de a sua carreira ter falhado. Conhecemos também Tony Hogburn (Cannavale), um homem teimoso que, por alguma razão ainda desconhecida, precisa de um escape na sua vida.

Por fim, e para finalizar as introduções aos nine strangers, conhecemos Carmel (Hall), uma mulher simples e humilde que sente que precisa de direcionar a sua energia e focar-se mais nela própria do que nos outros; e depois temos ainda Lars (Evans), um homem que está no retiro “em trabalho” e que de alguma maneira pretende investigar o que ali se passa.

Nine Perfect Strangers tem uma cinematografia bela, envolvente e misteriosa que começa no genérico e termina ao fim de 40 minutos de episódio. O objetivo deste retiro é transformar as pessoas que o visitam com ioga, comida saudável, adaptável ao metabolismo de cada um, e meditação. Há um vislumbre de uma perspetiva interessante pela forma como nos mostra a dependência que todos temos ao smartphone, o gadget de todos os dias, de todas as horas, pois neste sítio o objetivo é estar completamente incontactável e que para já vai ser o desafio mais difícil de ultrapassar por estes hóspedes.

Masha (Kidman) é a líder deste retiro. Uma mulher russa que morreu e voltou à vida criou a Tranquillum House com o apoio de alguns consultores de bem estar pessoal. Yao (Manny Jacinto) – voltamos a ver Jason Mendoza de The Good Place, num papel completamente diferente do anterior – e Delilah (Tiffany Boone) formam um casal que parece esconder alguns segredos, mas cujo trabalho, de certa forma, é passar serenidade aos hóspedes instalados no centro.

Este episódio introdutório está de facto muito bem conseguido. Aquele que é suposto ser um retiro tranquilo e revigorante irá ser tudo menos isso, porque o local parece perfeito, mas as suspeitas de algo por detrás da perfeição são muitas e as perguntas vão-se acumulando, pois há câmaras a vigiar todos os locais do centro, quase como um Big Brother do welfare, e depois, no centro de tudo isso, há Masha. O seu estilo pacífico, que transmite tranquilidade e paz, é suspeito e passa a mensagem de que algo sombrio e terrível poderá acontecer a estes nove estranhos.

O primeiro episódio de Nine Perfect Strangers já está disponível na plataforma de streaming Amazon Prime Video.

Margarida Rodrigues Pinhal

Publicidade

Populares

All of us are dead

calendário estreias

the midnight club poster

Recomendamos