Classificação

6.5
Interpretação
6
Argumento
7
Realização
6.5
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

The Mighty Ducks: Game Changers é a nova comédia dramática adolescente sobre desporto e a nova aposta do Disney+, que cedeu o primeiro episódio ao Séries da TV para esta análise. A série é baseada num filme da Walt Disney de 1992, The Mighty Ducks, criado por Steven Brill.

O primeiro episódio de The Mighty Ducks: Game Changers, realizado por James Griffiths, conta-nos a história de Evan (Brady Noon), um rapaz de 12 anos que, depois de ter sido expulso da equipa de juniores dos Mighty Ducks, é pressionado pela sua mãe Alex (Lauren Graham) a criar uma nova equipa de hóquei no gelo, onde Evan e os seus amigos possam praticar o desporto que adoram e divertirem-se ao mesmo tempo.

A equipa de hóquei dos Mighty Ducks durante os anos 90 não era tão forte como atualmente, o que fez com que agora fossem recusadas várias crianças que não eram boas o suficiente na prática do desporto, em vez de serem ajudadas a melhorar. Alex considera que o desporto não tem de ser tão exigente e competitivo e que as crianças deveriam poder praticá-lo por diversão tendo então a ideia de criar uma nova equipa de “rejeitados”, chamada Don’t Bothers.

Evan e o seu vizinho Nick “The Stick” (Maxwell Simkins), que costumava fazer o relato dos jogos da equipa Mighty Ducks, começam então a busca por membros para a criação da nova equipa. Nick também tinha sido expulso por não ser bom o suficiente e é o primeiro companheiro a juntar-se à equipa dos Don’t Bothers. De seguida conhecemos Logan (Kiefer O’Reilly), um miúdo que se mudou do Canadá e que parece ser o próximo suprassumo do hóquei no gelo. Neste primeiro episódio de The Mighty Ducks: Game Changers, Evan consegue então formar a sua equipa de “rejeitados” que têm muito que aprender e caminho a percorrer.

Alex consegue também cumprir a sua promessa e arranja um ringue que pertence a um ex-jogador de hóquei no gelo muito conhecido, Gordon Bombay (interpretado por Emilio Estevez, o protagonista do filme de 1992), que também chegou a ser treinador dos Ducks nos anos 90. Alex tenta que Gordon treine a nova equipa, mas este recusa a oferta.

No primeiro episódio The Mighty Ducks: Game Changers conhecemos a realidade de uma mãe solteira que quer o melhor para o seu filho, como todas as mães, mas também quer que Evan tenha infância, que possa divertir-se e não estar em constante pressão.

É sem dúvida uma típica série Disney que nos coloca um sorriso na cara ao longo de 38 minutos. Tem momentos cómicos e faz soltar muitas gargalhadas, mas também faz pensar no mundo que nos rodeia. Será que quando formos pais também vamos reconhecer a pressão exercida nos miúdos nos dias de hoje? Ou vamos saber reconhecer que eles podem não ser tão bons em alguma coisa e que podem divertir-se e focar-se na escola ao mesmo tempo? Esta é a principal mensagem que passa este primeiro episódio da série.

The Mighty Ducks: Game Changers é uma série com uma interpretação por parte do elenco infantil muito bem conseguida e uma realização no ponto. Com um argumento inclinado para o mundo cinematográfico, a série ensina-nos a lutar pelos nossos sonhos, por mais difíceis que estes sejam de alcançar.

A magia da Disney está lançada e os episódios de The Mighty Ducks: Game Changers irão estrear todas as sextas na plataforma de streaming.

Margarida Rodrigues Pinhal