Classificação

7.5
Interpretação
5.6
Argumento
6
Realização
7
Banda Sonora

Contém Spoilers!

Esta nova comédia do canal de televisão TBS conta a história de Tray, um residente na cidade de Brooklyn, que foi preso há quinze anos por estar envolvido numa transação de droga. Tray vivia com a sua namorada Shay e foi preso durante o episódio final da 1.ª temporada do American Idol. Tray passa quinze anos na prisão, onde se torna um recluso exemplar, deixando saudades aos colegas e aos guardas. Quando regressa à normalidade, Tray vê-se num mundo que não é o dele e tudo fica pior quando descobre que Shay está com outro homem.

Tray acaba por entrar para uma comunidade de ex-reclusos de modo a ser reintegrado na sociedade. Lá ele encontra alguns jovens a quem quer ajudar, mas o seu principal alvo acaba por ser Bobby, o irmão mais novo do seu melhor amigo, entretanto falecido enquanto este estava preso. Bobby é traficante desde novo, tendo aprendido com Tray e o irmão tudo o que sabe. Agora, Tray quer salvar Bobby do mesmo destino dele. Bobby aconselha Tray a tentar reconquistar Shay, que agora é uma mulher importante de negócios, mas tudo corre mal e Tray mete os pés pelas mãos. No entanto, o protagonista desta história descobre que tem dois filhos gémeos, o que o deixa extremamente contente e com forças para recuperar a sua vida. A série é protagonizada pelo hilariante Tracy Morgan, que devem conhecer da famosa série 30 Rock.

Achei que a história tem momentos interessantes e que fazem soltar gargalhadas facilmente. Tracy Morgan é só por si fantástico a fazer rir, por isso cada momento com ele em destaque é garantia de bom humor. Acho, no entanto, que a história é muito standard, por assim dizer. Isto é, não me parece que vá sair muito do que já vimos. Pensei que fossem guardar o reencontro de Tray e Shay para outro episódio mais à frente, mas resolveram dar tudo neste primeiro episódio, o que me faz pensar que a parte mais engraçada e ao mesmo tempo tocante já passou. Se fosse um filme, acho que seria um daqueles maus filmes de domingo à tarde que adoramos e nos fazem rir às gargalhadas. Como série, sinto que a estrada é curta, infelizmente, pois Tracy Morgan é só absolutamente fenomenal naquilo a que chamo comédia inteligente. Ele não precisa de ir ao ridículo para fazer rir e isso é tão bom! Resta-me dizer, para quem como eu é amante da sétima arte, que a série está recheada de referências a filmes como o Star Wars, The Godfather ou até o West Side Story.

Carlos Real