Classificação

6.8
Interpretação
6.2
Argumento
6.5
Realização
7
Banda Sonora

Atenção: esta review contém spoilers!

Entre as muitas estreias desta fall season encontra-se Single Parents, a nova sitcom do canal americano ABC.

A ação de Single Parents tem início quando um grupo de pais solteiros conhece Will (Taram Killam), um homem nos seus 30 anos que está tão focado em criar a sua filha, Sophie, que acaba por perder a noção de quem é enquanto pessoa. Ao verem que Will se perdeu no “vortex” da paternidade, o grupo decide ajudar o pai solteiro a regressar aos namoros e a entender que ser um bom pai não é sinónimo de sacrificar toda a sua vida pessoal.

Apesar de se tratar de apenas mais uma série de comédia, Single Parents tem vários aspetos a seu favor. Em termos de casting, conta com figuras como Leighton Meester (mais conhecida no mundo das séries pela sua performance enquanto Blair Waldorf em Gossip Girl), que confere uma certa familiaridade à série. Outro dos aspetos da série que me cativou foi o facto de não tentar demasiado ser engraçada, algo que, na minha opinião, é crítico numa série de comédia.

A série peca apenas por não ter nada de verdadeiramente original. Não é, de todo, a pior série de comédia a estrear este ano, mas não há nada que a distinga de muitas outras já existentes. Para além disso, o argumento e a respetiva interpretação do mesmo por parte dos atores deixa algo a desejar.

Single Parents é, assim, mais uma série medíocre, algo que por si só não é necessariamente mau, pelo que aconselho ainda assim a darem-lhe uma oportunidade. Pode ser que nos venha a surpreender.

Inês Salvado