Classificação

7
Inerpretação
7
Argumento
7
Realização
7
Banda Sonora

[Contém spoilers]

Lost in Space é o remake do filme de 1998 com o mesmo nome. No que toca a comparações entre a série e o filme não o posso fazer, uma vez que nunca vi o filme, mas quem tenha visto pode deixar a sua opinião nos comentários!

Esta série segue a história da família Robinson, constituída pela mãe Maureen, o pai John, e os três filhos, Will, Judy e Penny, que entram para um programa de colonialismo humano interestelar devido a um impacto sofrido pela Terra e que de alguma forma deixou de permitir que se respirasse com qualidade (esta situação não é bem explicitada neste primeiro episódio). Depois de problemas na base espacial onde estão as naves colonialistas, a família Robinson teve de entrar na sua nave, a Jupiter 2, e descolar. À espera de receberem ordens da base, a Jupiter 2 é atingida por algo que a faz despenhar num planeta desconhecido. Sem querer desvendar muito da história, os Robinson passam por diversas dificuldades neste planeta e o que menos se poderia esperar é o que os salva.

Como amante de ficção científica, esta foi uma série que me chamou a atenção desde o primeiro trailer. Pareceu-me interessante, de qualidade e com efeitos especiais bem concretizados. Após ver o primeiro episódio posso dizer que todas estas características se verificaram. Embora um pouco focado demais na família Robinson e em todas as desgraças que os atingiram no espaço de uma hora, o episódio foi bastante bom no seu conjunto. Houve momentos, ainda que breves, que me fizeram lembrar Star Wars e penso que isso seja um bom sinal para a série. Os efeitos especiais são de topo, parecendo tudo bastante real, desde as naves espaciais às máquinas alienígenas. Sem dúvida que recomendo Lost in Space a todos os que gostam de ficção científica. A série tem potencial para se tornar num grande sucesso. No entanto, pode cair no erro de fazer uma storyline demasiado óbvia e sem graça ou de os atores não conseguirem desenvolver as suas personagens.

Beatriz Caetano