Mary Kills People – 01×01 – Bloody Mary
| 26 Jan, 2017

Publicidade

Mary é uma médica divorciada e com duas filhas. Além dos problemas que tem em casa, a falta de tempo e de um parceiro, ainda tem um pequeno trabalho à parte da medicina. Mary, contra a lei, ajuda pacientes que vão morrer a morrerem mais cedo e de um modo mais confortável.

E é à volta disto que a série se organiza, da temática de ser moralmente correto ou não assistir na morte de quem não tem escapatória, de modo a deixá-los partir em paz e mais cedo. Apesar da temática ser muito interessante e cheia de potencial, no piloto não vi isto desenvolvido, tentava mais passar alguma comédia falhada e simples do que criar uma discussão séria à volta disto.

O piloto começa com Mary e o seu parceiro Des a assistirem na morte de um indivíduo e a fugirem de casa, pois a sua mulher tinha chegado mais cedo do que o suposto. A acrescentar a isto, o medicamento para o matar estava diluído e teve que ser Mary a sufocá-lo com uma almofada. Depois vamos conhecendo um pouco mais da sua vida, incluindo a sua filha e a namorada que descobrem o medicamento escondido, sendo que esta última o bebe e acaba no hospital.

Entretanto conhecem um novo candidato a morrer, Joel, com quem Mary acaba por tentar ter sexo, o que nos leva a descobrir que ele na realidade não está doente, mas sim infiltrado para a apanhar em flagrante. No geral a história é fraca e as personagens pouco carismáticas, apesar de a sua interpretação não ser de todo má. Pode vir a melhorar, mas não irei descobrir, para mim esta série fica por aqui, mas recomendo sempre que experimentem para darem a vossa opinião!

Raul Araújo

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

apples never fall

Recomendamos