10 x 22 – Protection

(Contém Spoilers)

Em Protection, Criminal Minds aborda (mais uma vez) o lado obscuro da mentalidade de um justiceiro (interpretado por Joe Adler de Shameless, The Mentalist, etc.), cujo objectivo é “limpar” a sua cidade do crime, depois da morte da mãe.

A equipa é chamada para investigar o tal justiceiro, depois de este ter assassinado três pessoas a tiro nos últimos três dias. O que ainda estão por descobrir é que o culpado das mortes é mentalmente doente, sofrendo fortes dores de cabeça e um vício a álcool. Ele esconde-se na casa de uma amiga e da mãe, que de certa forma tomam conta dele.

No decorrer do episódio, o comportamento do unsub, Danny, torna-se cada vez mais errático e confuso: o que parece ser um rapaz a roubar de uma senhora idosa é na verdade, de acordo com Garcia, um encontro amigável entre um rapaz e a antiga professora; mais tarde, uma rapariga a ser atacada por um estranho é “salva” pelo Danny, mas durante um interrogatório confirma que estava com o namorado, e que apesar de tentar detê-lo, o unsub não teve misericórdia ao matá-lo.

Percebemos logo que Danny não tenta eliminar criminosos das ruas, mas também inventa cenários para incentivar a si próprio a continuar com a sua faceta de vigilante. Não foi difícil prever que a amiga Milena Valdez e a sua mãe Patricia Valdez também eram fruto da imaginação dele, visto que nenhuma das duas interagiu com ninguém para além de Danny, davam-lhe sugestões e argumentos, das quais ele cumpria sempre. As amigas foram, no entanto, mortas pelo próprio Danny e enterradas no jardim da casa, num ataque de raiva.

As duas aparentemente representam um dualismo ocorrendo dentro da mente de Danny, sendo que a personalidade de Milena representa o lado fraco, vulnerável e vingador de Danny, e Patricia Valdez o lado hesitante, responsável e em geral, mais sano, lembrando-o de tempos em tempos que precisa tomar os seus medicamentos.

Danny, no fim, descontrola-se e mantém mãe e filha como reféns. Não há exactamente muito suspense nesta cena, pois obviamente, não haviam vias em perigo à parte da do próprio unsub, que por momentos pareceu que ia tirar a própria vida.

Em geral, o episódio não desapontou. As performances foram boas, principalmente a de Joe e a história, embora repetitiva nos padrões de Criminal Minds. Contudo, este episódio parece ser um daqueles que irá cair no esquecimento.

O episódio termina então com uma cena da qual estava à espera à meses: a sobrinha de Kate e a amiga é inconscientemente sequestrada por uma estranha, sob o pretexto de um concerto onde iria se encontrar com o amigo virtual. Depois disso, aparece o texto “To be continued”. Aparentemente,  o sequestro será a premissa do próximo e último episódio da temporada. Será que Criminal Minds terminará em grande? Esperemos que sim!!

6.5/10

Cátia Neto