10 x 17 – Breath Play

10 x 17 – Breath Play

Criminal Minds ataca mais um fenómeno da cultura pop, 50 sombras de Grey!

Enquanto alguns de nós, fãs de Criminal Minds esperam por um episódio em honra de Catcher in the Rye, o livro mais adorado entre sociopatas, Criminal Minds traz-nos um unsub que liga os seus atos homicidas com um livro que referencia o bestseller 50 Shades of Grey de maneira tão evidente que apenas quem vive debaixo de uma rocha não entenderia as óbvias semelhanças.

A equipa corre atrás de um pervertido depois de três mortes semelhantes confirmadas, todas causadas por asfixia com fins sexuais. O unsub, um homem de família com o nome de Patrick Murphy, trabalhando como contabilista, casado e com filhos, parece ter uma vida estável, até descobrirmos que a mulher, que provavelmente vive em constante stress devido aos filhos e o trabalho, não lhe dá a devida “atenção”. Ainda assim não lhe dá direito de seduzir mulheres inofensivas e estrangulá-las à morte!

A nível de trama central, o episódio é fraco em conteúdo e desfecha de um modo um tanto… anti climático, porém teve um reforço de pequenas cenas que adorei, e de enredos secundários, nomeadamente o anúncio de Kate: a agente está à espera de um(a) filho(a)! É uma alegre notícia para todos na BAU, mas não tão bem-recebida em casa, pois a sobrinha de Kate vê a gravidez como uma maneira de afastá-la dos pais adotivos. Isso mostra ser um desafio para as habilidades parentais de Kate, mas a agente consegue superar qualquer coisa, principalmente com a ajuda do marido que lê pensamentos! Oh, wait…

Outros pontos fortes do episódio são as falas de Rossi (Não há nada de surpreendente nisso, pois não?) e a sua interacção com Kate. Fazem uma das melhores parcerias que a série já criou!

De qualquer maneira, o episódio tinha as suas falhas, mas não decepcionou os fãs, particularmente esta reviewer aqui! O ator certamente fez um bom trabalho a parecer arrepiante, mas não vai ser o unsub mais memorável de temporada, tal como o episódio muito provavelmente não irá ficar entre o meu top 10 da temporada.

 

6.5/10

Cátia Neto