02x01 - Heavy is the Head

02×02 – Heavy is the Head

Este segundo episódio de Agents Of S.H.I.E.L.D. só acrescenta mais ‘pimenta’ à história meus caros! (Desde já lamento a minha tardia chegada com a review mas digerir episódios também é complicado, e saber bem o que se pensa sobre eles também – posso admitir que vi o episódio duas vezes?!)

Parece que é desta que finalmente vamos descobrir quem é Skye e quais são as suas origens – tanto falado na primeira temporada. A Raina está de volta também! E é impressão minha ou ela não parece assim tão ruim quanto isso? Pois. E que ligação tem ela com a família da Skye, mais especificamente com o pai dela? E sim, o homem que aparece ao lado da Raina, o dos símbolos, é o pai da Skye tá? Tá.

Bem-vindo à equipa Agente Hunter! Gosto do Hunter. Não a sério. Gosto da honestidade dele. Gosto da forma como ele simplesmente disse ao Coulson que ponderou aceitar o suborno do General Talbot – porque qualquer pessoa no seu estado normal ponderaria (… parece que a Xena morreu mesmo né?) – e não esconde as suas intenções. No meio de tanto engano e traição que nos trouxeram da primeira temporada – obrigada Ward – é uma lufada de ar fresco. Adoro estas lufadas de ar fresco!

Ele foi bastante clínico: percebeu que não era capaz de lutar contra o Absorbing Man sozinho e percebeu o que queria fazer – e foi sincero com isso. Provavelmente a razão pela qual o Coulson decidiu que devia mesmo fazer-lhe uma ‘proposta’ para se tornar um agente da S.H.I.E.L.D.

Bom, Fitz continua problemático. É dor na alma ver como ele ainda tenta reviver Simmons ao projetá-la na sua imaginação. É mesmo dor! Mas penso que ele aos poucos vai conseguir libertar-se desse fantasma e regressar a si próprio. Este episódio deixa-nos perceber que Fitz não perdeu a inteligência que tinha, está claramente confuso das ideias só. Até porque foi graças a ele que conseguiram derrotar o Absorbing Man! Pode ser que agora, com a sua nova amizade as coisas melhorem.

Gostava de ver um Fitz não tão dependente da Simmons para funcionar. Não me levem mal, eu adoro a Simmons, mas também gosto de ver as personagens a crescer individualmente e, sinceramente, acho que é isso que Fitz precisa neste momento.

Como dito pela Skye – e muito bem dito – Coulson não está bem. Toda a equipa desconfia e, aparentemente só May sabe. Então mas o Coulson agora anda a ter episódios (aparentemente controláveis) com aqueles símbolos tontos e alienígenas?! Nossa. É só para dizer que esta temporada promete! E o obelisco que também tem os mesmos símbolos que o Coulson ‘gosta’ de desenhar… Ui.

Já agora, fui só eu que adorei a cena em que o Coulson vai só entregar ao Talbot o Absorbing Man e depois, num especial modo ‘badass’ abandona o terreno? Foi genial. Vai ser um longo caminho a percorrer mas cheira-me que o Coulson vai conseguir convencer o Talbot a apoiá-lo e juntar-se na sua batalha contra a Hydra e mais que vier! (Ou pelo menos é essa a minha esperança porque o Talbot é só assim uma personagem brutal.)

Ward… Nem se viu este episódio mas suscito já a minha curiosidade – até porque devemos vê-lo no terceiro episódio: será que ele está mesmo arrependido? Quando explicaram a razão pela qual ele se juntou à Hydra fiquei com a ideia que ele era uma pessoa que confundia a realidade com a lógica e com a emoção e fiquei perturbada com a forma como ele encarou toda a sua acção-reacção. Não sei se vou acreditar que ele mudou mesmo mas é esperar para ver, acho eu…

Jemma, Jemma, onde andas? Enfim. Esperamos pelo próximo episódio?

Já agora, visitem a página portuguesa dedicada à série, façam GOSTO : Já agora, visitem a página portuguesa dedicada à série, façam GOSTO : AgentsOfShieldPortugal

NOTA: 9/10

Joana Pereira.