Person of Interest – 03×17 – Root Path
| 24 Mar, 2014

Novo episódio de Person of Interest, com uma ligeira melhoria no capítulo das audiências. A série vinha a registar valores mínimos nos últimos episódios mas este 17º mostrou uma ligeira melhoria.

No episódio anterior, foi possível fazer a ligação de várias histórias que estavam pendentes há algum tempo. Havia, por isso, bastante curiosidade em relação a este episódio.

A história desta semana arranca com destaque para Root, que andava desaparecida há algum tempo. Como já é hábito nela, vai seguindo ordens da Máquina sem que se perceba à partida qual o real propósito deste sistema secreto. Root vai usando várias pessoas que vão surgindo no seu caminho, para executar várias tarefas a pedido da Máquina.
Root acaba por conhecer um sujeito, Cyrus, e supostamente a Máquina tem um plano para ele. Ainda sem que ninguém o conheça, Harold e a sua equipa também são apanhados na teia quando a Máquina divulga o número de Cyrus, fazendo dele uma vítima ou um agressor.

Mais tarde acabamos por saber que a Máquina tenta a todo custo evitar o aparecimento da segunda máquina, Samaritano. O tal sistema há muito desaparecido e que agora parece estar quase concluído. Aparentemente, a Máquina considera Samaritano uma ameaça, daí todas as movimentações, especialmente envolvendo Root. Harold, John e Shaw acabam por mostrar alguma dificuldade em lidar com a agenda da Máquina. Especialmente porque ainda não se percebe concretamente o motivo da ligação entre esta e Root, em detrimento de Harold, o criador.

Confesso que a determinada altura a trama fica confusa. Root a seguir ordens da Máquina; John e a sua equipa a tentar perceber o que se passa; Decima, a organização criminosa que ficou com Samaritano à mistura; gang de mercenários também envolvidos; a própria história de Samaritano pouco clara; e nisto, toda a gente quer acesso a Cyrus.

A razão porque Decima quer acesso a Cyrus deve-se ao facto de este ser a chave para um avançado sistema de hardware, que permitirá correr Samaritano. Apesar disso, não fica claro o motivo da Máquina em relação a este sujeito. Podia muito bem arranjar forma de o remover do jogo se este fosse mesmo uma ameaça.

A postura de Root é o que tem faltado a John e até a Shaw. Entrar a matar. A cena dela na entrada do edifício onde está o chip que Decima tenta roubar, é daquelas que valem a pena rever. Mas não precisa de ser suicida.

Foi um episódio bastante esclarecedor, em vários capítulos. Especialmente porque ligou várias histórias há muito pendentes. No entanto, tornou-se confuso em determinadas alturas.
Para os próximos episódios, ficará a “guerra” entre a Máquina e Samaritano.

Nota: 8/10

Ricardo Almeida

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos