Jupiter’s Legacy foi cancelada pela Netflix ao fim de uma temporada, mas isto não significa a extinção do franchise nos ecrãs, visto que o serviço de streaming já deu luz verde a Supercrooks. Esta nova série, ainda numa fase inicial de desenvolvimento, passa-se no mesmo universo fictício, mas acompanha “um grupo de vilões que estão a planear um golpe monumental”.

Quanto a Jupiter’s Legacy, trata-se de uma série épica que conta a história da primeira geração de super-heróis americanos que, depois de um século a manter a humanidade a salvo, faz os possíveis para que os filhos continuem o seu legado. Contudo, estes jovens com superpoderes estão desesperados para provar que têm mérito próprio e encontram dificuldades em seguir os feitos lendários dos pais.

Baseada nos comics de Mark Millar e Frank Quitely, a história foca-se em Sheldon Sampson (Josh Duhamel), o líder da equipa de super-heróis The Utopian, e na sua mulher, Grace Sampson (Leslie Bibb). Ele é um herói poderosíssimo e ela uma deusa que combate o mal. Em comum têm dois filhos super-heróis, Brandon e Chloe (interpretados por Andrew Horton e Elena Kampouris).

Os elementos do elenco já foram ‘libertados’ dos seus contratos, mas o cancelamento, menos de um mês após a estreia da série, surge como uma “surpresa” para a audiência, visto que a 1.ª temporada “termina com um cliffhanger” que sugere que “há muito mais para vir”. No entanto, o próximo passo de Millar acerca deste universo é explorar o que “os super-vilões andam a preparar”.