Para começar bem a semana, trazemos mais uma vez uma fornada de notícias curtas das tuas séries favoritas! Desde confirmações de elenco a novas apostas, as novidades não acabam, em séries como Chicago Med, Chicago Fire, Landscapers, Outlander e muito mais.

  • David Hasselhoff (Baywatch) irá protagonizar uma comédia de espionagem produzida pela Syrreal Entertainment, sediada em Berlim, naquele que será o primeiro projeto do novo acordo internacional da empresa com a CBS Studios, a série Ze Network. Hasselhoff irá dar vida a ele mesmo enquanto viaja para a Alemanha para encenar uma produção de palco no que acredita ser um grande teatro em Berlim Oriental, apenas para descobrir que é na verdade uma pequena localidade de Görlitz. Uma vez lá, Hoff é mergulhado no centro de uma conspiração internacional de ex-assassinos da Guerra Fria, enquanto ao seu redor a estrutura da realidade parece desfazer-se.
    .
  • O franchise Chicago vai adicionar mais nomes aos elencos das suas séries. Margaret Colin (Gossip Girl) junta-se a Chicago Med com um papel recorrente, interpretando a mãe da Dr.ª Natalie Manning. Hanako Greensmith está de volta a Chicago Fire na pele da paramédica Violet Mikami, que vive um impasse romântico com Gallo, com quem já se tinha relacionado. Como convidados especiais, Jack Coleman (Heroes) está confirmado em Chicago P.D.Charlie Farrell e Benny Mora vão aparecer em Chicago Med.
    .
  • David Thewlis (Fargo) vai protagonizar, ao lado de Olivia Colman, a minissérie da HBO e da Sky, Landscapers, que conta a história de um casal que se torna o foco de uma investigação extraordinária quando dois cadáveres são descobertos no jardim de uma casa. Trata-se de um drama de humor negro inspirado em eventos reais, baseado numa pesquisa intensiva, horas de entrevistas e acesso direto aos acusados, que sempre alegaram a sua inocência.
    .
  • O serviço de streaming da Starz, Lionsgate Play, sediado na Índia, anunciou uma segunda série original, o drama romântico U-Special, nome ainda provisório. A trama passa-se no mundo alegre, peculiar e vibrante de um grande campus universitário repleto de jovens de toda a Índia. “Os espectadores podem viver com os personagens, amar com eles e partilhar os altos e baixos das suas vidas enquanto constroem, abandonam, reconstroem e, eventualmente, conquistam todas as suas esperanças, sonhos e ideais. Os alunos também se deparam com um dos golpes académicos mais corruptos, difundidos e longos já ocorridos no norte da Índia”.
    .
  • Outlander vai adicionar Mark Lewis Jones (Keeping Faith), Alexander Vlahos (Versailles) e Jessica Reynolds (My Left Nut) ao elenco da 6.ª temporada. Jones vai dar vida a Tom Christie, um prisioneiro de Ardsmuir e devoto protestante que chega a Fraser’s Ridge em busca de um lugar para ficar. Como líder dos colonos protestantes que chegam com ele, as suas fortes opiniões e convicções criam tensão. Vlahos será Allan Christie, filho de Tom. Ele é um jovem teimoso e cauteloso com estranhos, extremamente protetor da sua família enquanto eles se acomodam neste novo ambiente. Reynolds assume o papel de Malva Christie, a espirituosa filha de Tom. Ela é cativada pelo trabalho de Claire e pelo pensamento moderno, o que a coloca em apuros junto do seu pai conservador. Malva esforça-se para cruzar a linha entre o que deseja fazer e o que se espera dela.
    .
  • Sheridan Smith será a protagonista da mais recente série dramática do Channel 5, Teacher. Smith interpretará Jenna neste thriller psicológico de quatro episódios que segue uma professora cuja vida é destruída depois de ser acusada de um encontro sexual embriagado com um dos seus alunos. O elenco inclui também Samuel Bottomley, Kelvin Fletcher, Cecilia Noble, Sharon Rooney, David Fleeshman e Ian Puleston-Davies.
    .
  • A Netflix confirmou Joo Won como o protagonista de Carter, uma nova série original sul-coreana sobre um agente que sofre de perda de memória e é colocado no meio de uma missão misteriosa. Na equipa técnica da série está o realizador Jung Byung-gil, que já realizou vários filmes de ação. Espera-se que Carter apresente “uma experiência catártica para os telespectadores, com ação ininterrupta e de alta qualidade, difícil de executar”.