Harry Richardson (Poldark), Thomas Cocquerel (Alive) e Jack Gilpin (Billions) terão papéis regulares na nova série da HBO, The Gilded Age.

Criada, escrita e produzida executivamente por Julian Fellowes (Downton Abbey), a ação de The Gilded Age decorre no ano de 1882, em Nova Iorque, num período de imensa revolta social, de grandes fortunas alcançadas e perdidas e de palácios que são maiores do que a Quinta Avenida. No centro da trama está Marian Brook, uma jovem observadora de uma família conservadora que decide infiltrar-se na vida dos vizinhos ricos, uma família constituída por um magnata implacável dos caminhos de ferro, George Russel, pelo seu filho devasso Larry e a sua ambiciosa mulher Bertha.

Richardson interpretará Larry Russel, detentor de um charme fácil e bastante apelativo sendo o mais recente graduado pela Universidade de Harvard, ansioso para tomar o seu lugar no mundo. É irmão de Gladys (Taissa Farmiga), sendo bastante protetor dela. Ele pensa não se importar com dinheiro, no entanto, teve sempre uma vida facilitada nesse campo.

Cocquerel será Tom Raikes, um jovem advogado bastante sensível de Doylestown. Tem tido uma vida sempre solitária e importando-se apenas com a sua carreira. No entanto, tudo muda quando conhece Marian (Louisa Jacobson), mudando-se para Nova Iorque para estar perto dela. Ele sabe que a família de Marian é bastante conservadora, então terá de ter o maior cuidado para não passar da linha. Ainda assim, lutará sempre para conseguir o que quer, não deixando de ser um cavalheiro charmoso e atraente.

Por fim, Gilpin interpretará Church, o mordomo da família Russel. Ele é americano e tem um passado sombrio, contudo foge do seu passado através do seu trabalho excelente. Acima de tudo, ele é o aliado de Bertha (Amanda Peet) e o seu objetivo é manter-se sempre fiel para ela, ao contrário da sua própria empregada.