Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas! Descobre algumas sobre uma das séries com mais sucesso de sempre em todo o mundo, Baywatch:

1. De acordo com dois dos criadores da série, Douglas Schwartz e Michael Berk, desde o início que a NBC não gostou nada do conceito de Baywatch e foi-lhes dito que nadadores-salvadores a resgatar pessoas não era suficientemente sexy. Além disso, a cadeia televisiva também não estava convicta de que um grupo de homens e mulheres com aparência de modelos a correr com pouca roupa, em câmara lenta, captasse a atenção do público.

2. Apesar das reticências iniciais, a NBC acabou por dar luz verde a Baywatch, que estreou na fall season de 1989. No entanto, os espectadores americanos não deram audiências à série, que acabou por ficar em 74.º lugar numa lista de 111 daquele ano. Assim, a série acabou cancelada nos Estados Unidos. No entanto, a audiência internacional da série era elevada e a emissora britânica LWT (que agora faz parte da ITV) deu um grande passo para salvar Baywatch. Assim, através da sindicação, que permitiu vender a série para o mercado internacional, Baywatch sobreviveu. Tornou-se uma das séries mais populares do mundo, tendo sido transmitida em 148 países de todos os continentes, menos a Antártida. Apesar de a série ter sobrevivido dez anos depois do cancelamento inicial, a sindicação teve um lado menos bom, tendo trazido um corte de 30% ao orçamento inicial. Assim sendo, teve de ser feita uma contenção de custos. David Hasselhoff ter-se-á voluntariado para reduzir o seu salário por episódio em troca de uma quota maior de rendimentos se a série fosse bem sucedida. Outras formas de diminuir os gastos passaram também por fazer uso de cenários da série como salas que os membros da equipa usavam nos intervalos das gravações.

3. No ano de 1996, Baywatch entrou para o Livro de Recordes do Guiness como A Série Televisiva Mais Vista do Planeta, com uma audiência semanal a nível mundial superior a 1.1 biliões de espectadores. No entanto, contrariamente ao que muitos de nós possam pensar, a série atraía maioritariamente o público feminino (65%).

4. As cenas que vemos muitas vezes dos nadadores-salvadores a correrem para o perigo em camâra lenta são uma das imagens de marca da série e a inspiração para elas vem dos Jogos Olímpicos. Segundo Michael Berk, a ideia veio de um dos seus parceiros de produção, que tinha estado a filmar recentemente os Jogos Olímpicos de Verão em Seul, em 1988, e capturou imagens dos velocistas em câmara lenta. Hasselhoff chegou também a afirmar que esta era uma escolha para preencher tempo de ecrã sem mais despesas de gravação.

5. Os primeiros dez anos da série foram passados na Califórnia, mas em 1999 houve a intenção de fazer uma versão australiana de Baywatch, passada em Sydney. O plano passava por levar as estrelas já conhecidas do público para o episódio piloto da nova série, enquanto trabalhavam com um novo elenco australiano. A série ia chamar-se Baywatch Down Under, mas depois de o piloto ter sido filmado, a produção viu-se obrigar a parar. Isto porque os residentes de Avalon, uma vila local, levantaram sérias preocupações acerca da continuação das filmagens, alegando que estas estavam a contribuir para colocar em perigo um ecossistema frágil. Qualquer filmagem futura foi impedida. Durante um ano, o piloto já filmado não foi emitido, mas acabou por ver a luz do dia como um episódio especial de duas partes da 10.ª temporada. No entanto, apesar das dificuldades na Austrália, a série acabou mesmo por mudar de cenário, mas para o Havai, tendo ficado conhecida como Baywatch: Hawaii.

6. O icónico fato de banho vermelho usado pelas nadadoras-salvadoras foi criado por uma empresa de fatos de banho desportivos e é inspirado em equipamento de natação de competição. Cada peça era adaptada para a atriz que a usava, o que significava que não era permitido aumentos de peso. Apesar de os elementos masculinos do elenco usarem uma peça bem diferente, esta regra do peso também se aplicava a eles.

7. Apesar de parecer que o tempo na praia de Baywatch é extremamente solarengo e quente, a verdade é que pode fazer muito frio e a água encontrava-se muitas vezes a uma temperatura inferior a 14 graus. Yasmine Bleeth e Gena Lee Nolin, que interpretaram respetivamente Caroline Holden e Neely Capshaw, chegaram a entrar em hipotermia.

8. A famosa atriz Sandra Bullock, a cantora Paula Abdul, Alicia Silverstone (American Woman), Teri Hatcher (Desperate Housewives) e Denise Richards (Twisted) fizeram testes para papéis na série, mas nenhuma delas viria a integrar o elenco. O mesmo aconteceu com Neve Campbell (Party of Five), sendo que o diretor de casting a terá considerado demasiado pálida para uma série passada na praia.

9. Foi oferecido a Tom Selleck (Magnum, P.I.) o papel de Mitch Buchannon, mas o ator recusou porque não queria ser visto como um símbolo sexual. O papel acabou por ir para Hasselhoff, depois de este ter sido escolhido de entre vários outros nomes como: Adrian Paul (Highlander), Jack Scalia (Pointman), Lorenzo Lamas (Renegade), Tom Wopat (The Dukes of Hazzard) e William Katt (The Greatest American Hero).

10. Michael Newman, que deu vida a um personagem com o mesmo nome, e Gregory J. Barnett, que interpretou Jim Barnett, foram nadadores-salvadores na vida real. Inicialmente, tinham sido contratados como conselheiros técnicos na série e acabaram a fazer parte do elenco. No espectro oposto, muitos dos atores de Baywatch não eram grandes nadadores e Pamela Anderson odeia água.

11. Antes de ficar com o papel de Stephanie Holden, Alexandra Paul tinha feito audições para os papéis de C.J. Parker e Summer Quinn, personagens que viriam a ser interpretadas, respetivamente, por Pamela Anderson e Nicole Eggert. Alexandra não se inseria no perfil que os produtores tinham traçado para aquelas personagens, mas gostaram da atriz e criaram o papel de Stephanie propositadamente para ela. O facto de Alexandra ser muito alta também fez os produtores acharem que ela seria o par perfeito para Mitch Buchannon.

12. Ainda sobre Alexandra, estava estipulado no seu contrato que, ao contrário das outras nadadoras-salvadoras, não tinha de usar o fato de banho vermelho. Isto não se devia apenas ao facto de Stephanie ter, em grande parte, um trabalho administrativo, mas também por vontade da própria Alexandra ao início, bem como dos produtores.

13. O nome de Hobie, o filho de Mitch, é uma homenagem a Hobart “Hobie” Alter, um surfista famoso, pioneiro e empreendedor da navegação, bem como fundador da Hobie Cat. Na 1.ª temporada da série, Hobie foi interpretado por Brandon Call, mas o ator abandonou o elenco de Baywatch para integrar o elenco da comédia Step By Step. Com a sua saída, era preciso encontrar um novo ator para dar vida ao personagem e o papel esteve quase a ser dado a Leonardo DiCaprio.

14. Quando Pamela Anderson abandonou o elenco da série, os produtores andavam à procura de outra loira bombástica para a substituir e acabaram por escolher a modelo Gena Lee Nolin. O problema que se colocava é que Nolin nunca tinha representado e mostrava-se ansiosa. Para a ajudar a lidar com isso, os produtores inscreveram-na na hipnoterapia, para a ajudar a manter calma.

15. A série tinha uma alcunha curiosa em muitos países, Babewatch, porque muitas das nadadoras-salvadoras eram interpretadas por antigas modelos da Playboy. Entre elas encontravam-se Alicia Rickter (Carrie Sharp, personagem que aparece não-creditada em vários episódios da 11.ª temporada), Angelica Bridges (Taylor Walsh), Brande Roderick (Leigh Dyer), Carmen Electra (Lani McKenzie), Donna D’Errico (Donna Marco), Erika Eleniak (Shauni McClain), Marliece Andrada (Skylar Bergman e Mellisande), Pamela Anderson (C.J. Parker) e Traci Bingham (Jordan Tate).

16. Dean Cain (Lois & Clark: The New Adventures of Superman) fez audições para interpretar Matt Brody, papel que acabaria por ser entregue a David Charvet.

17. Pamela Bowen (Land’s End) foi escolhida para dar vida a Jill Riley, mas a atriz tinha um grande medo de água, por isso acabou substituída por Shawn Weatherly.

18. Tia Carrere (Relic Hunter) fez audições para a série, mas optou por não aceitar o papel, em detrimento de um no filme Wayne’s World (Quanto Mais Idiota Melhor), de 1992.

19. Inicialmente, os produtores queriam usar The Boys of Summer, de Don Henley, como genérico da série, mas como a licença para o uso da canção era de 100 mil dólares, esse ideia teve de ser posta de parte.

20. A esposa do Xá (uma espécie de rei ou imperador) do Irão terá confessado a David Hasselhoff que as famílias iranianas com antena parabólica costumavam vender bilhetes para que outras pessoas pudessem ver os novos episódios da série.

21. Em 1995, foi lançado um spin-off de Baywatch, intitulado Baywatch Nights, protagonizado por nomes como Angie Harmon (Rizzoli & Isles), Eddie Cibrian (Third Watch), Donna D’Errico e Hasselhoff, da série original. Baywatch Nights segue um polícia de Baywatch que decide desistir do seu trabalho nas forças de segurança para formar uma agência de detetives. A ele junta-se o amigo Mitch Buchannon e uma outra detetive, chamada Ryan McBride.

22. O sucesso da série trouxe também três telefilmes: Baywatch the Movie: Forbidden Paradise (1995) e Baywatch: White Thunder at Glacier Bay (1998), sendo que estes dois foram diretamente para vídeo; e Baywatch: Hawaiian Wedding (2003). No ano de 2000, a série Son of the Beach foi lançada como uma paródia a Baywatch. Finalmente, há dois anos atrás, foi lançado um novo filme inspirado na série e protagonizado por Dwayne Johnson, Zac Efron e Priyanka Chopra, com participações de Hasselhoff e Pamela Anderson. O filme recebeu várias nomeações para os Razzies, os prémios que destacam o que de pior se faz em cinema a cada ano, e venceu uma das categorias.