Já aqui mostramos várias curiosidades de séries e desta vez iremos partilhar algumas de Glee. Curiosos para as conhecer? Vamos a isso!

  1. Ryan Murphy, o criador de Glee, escreveu o guião para ser um filme, mas ninguém o aceitou. Depois, o guião foi adaptado em 15 horas por ele e Brad Falchulk, um dos produtores da série, e o formato original foi mudando completamente. Só assim conseguiram convencer a Fox.
  2. Murphy pensou que Glee não duraria mais que uma temporada. Por isso mesmo, a ideia era que os New Directions ganhassem as Regionais logo no primeiro ano. No entanto, com o sucesso da série, o final da primeira temporada acabou por ser alterado.
  3. Todos os membros do elenco cantam e dançam as próprias músicas que interpretam. Aliás, as músicas cantadas durante cada episódio são gravadas uma semana antes da gravação do episódio propriamente dito.
  4. Nos testes para a série, Matthew Morrison cantou Somewhere Over The Rainbow; Chris Colfer cantou Mr Cellophane do filme Chicago; Jenna Ushkowitz cantou Waiting For Life To Begin; Kevin McHale cantou uma música dos The Beatles; Amber Riley cantou uma música pop, mas os produtores pediram-lhe que cantasse And I Am Telling You, de Dreamgirls. Jayma Mays cantou Touch-A, Touch-A, Touch Me, de Rocky Horror Picture Show e Dianna Agron mostrou os seus dotes musicais com Fly Me To The Moon.
  5. No seu primeiro vídeo de audição, Cory Monteith não cantou. Improvisou uma bateria com lápis, copos e pratos e como os produtores gostaram da sua personalidade, convidaram-no para uma audição ao vivo em Los Angeles. Terá sido aí que ele cantou Honesty, de Billy Joel, embora muitas pessoas pensassem que tinha cantado Can’t Fight This Feeling.
  6. Foram muitas as peripécias ocorridas na audição de Lea Michele. Para começar, ainda antes de entrar, tinha havido um acidente de carro junto dos estúdios e Lea entrou a tirar vidros do cabelo. Depois, já na audição, cantou On My Own, do musical Os Miseráveis, mas o pianista resolveu cortar o segundo verso da música sem a avisar e ela protestou, dizendo que não podiam deixar aquele verso de fora e a verdade é que os produtores lhe acharam piada e viram que era a pessoa adequada para interpretar Rachel. Por último, ela deu um estalo num dos diretores do elenco porque estava a interpretar uma discussão com Finn e não esteve com meias medidas. Ainda a propósito da atriz, a verdade é que Ryan Murphy tinha escrito o papel de Rachel Berry precisamente a pensar nela.
  7. Também o personagem Kurt Hummel foi escrito especialmente para Chris Colfer. No entanto, inicialmente, o ator fez testes para interpretar Artie.
  8. Nas primeiras versões do episódio piloto, Quinn chamava-se Liz. Só faltava um dia para começarem as gravações de Glee quando Dianna Agron foi escolhida para interpretar Quinn Fabray.
  9. Nos planos iniciais da série, era suposto o diretor Figgins ser um personagem americano. No entanto, acabaram por escolher Iqbal Theba, nascido no Paquistão. Ainda sobre o ator fica também a curiosidade de que ele nunca gostou de usar maquilhagem, portanto a equipa tinha de lhe colocar um pó anti-brilho antes de começarem as gravações.
  10. Heather Morris inicialmente foi trazida para a série para ensinar Jenna Ushkowitz e Chris Colfer a dança de Single Ladies para uns dos primeiros episódios da 1.ª temporada. Mais tarde acabou por ser contratada para o papel de Brittany depois de ser convidada pelo coreógrafo, Zack Woodle, que conhecia o trabalho dela como bailarina da cantora Beyoncé. Primeiro era suposto Heather ter apenas uma participação, mas os fãs gostaram dela e então decidiram mantê-la no elenco.
  11. O personagem de Artie tem esse nome como homenagem a Arthur Stroyman, um amigo de Brad Falchuk, um dos criadores de Glee, que era desportista e nunca entendeu os colegas que gostavam de artes na escola.
  12. Era suposto Sue Sylvester aparecer apenas nos primeiros episódios. Também Gwyneth Paltrow iria participar apenas num episódio, mas como o público e os críticos reagiram tão positivamente à personagem e o elenco e a equipa gostaram tanto de trabalhar com ela convidaram-na a voltar. Inclusive, a atriz ganhou um Emmy pela sua participação na série.
  13. Darren Criss ficou com o papel de Blaine depois de ter feito uma audição a nível nacional. No entanto, esta não foi a primeira vez que o ator tentou ficar com um papel na série, uma vez que já tinha tentado a sua sorte como Finn.
  14. Pouco depois de Cory Monteith ter morrido, Ryan Murphy revelou que os argumentistas foram forçados a mudar a imagem que tinham em mente para o final da série. Isto porque essa imagem mostraria Rachel como uma grande estrela da Broadway e Finn como professor em McKinley, a reencontrarem-se depois de vários anos. Rachel menciona este sono a Mr. Schuester.
  15. O nome da escola de Glee, a William McKinley, é uma homenagem ao 25.º presidente dos Estados Unidos, um dos oito que eram do estado de Ohio.
  16. Ryan Murphy criou o papel de Shannon Beiste especificamente para Dot-Marie Jones, depois de terem trabalhados juntos num piloto, Pretty/Handsome, que nunca teve luz verde.
  17. Em 2010, Murphy anunciou que Glee iria providenciar um fundo para contratar um conselheiro para o Instituto Hetrick-Martin, localizado em Nova Iorque, que presta serviços de aconselhamento e apoio à comunidade LGBTQ jovem e que gere a Harvey Milk High School, uma escola pública nova-iorquina para jovens que foram vítimas de bullying nas suas escolas anteriores. Esse posto de trabalho tinha sido extinto por questões de orçamento e Murphy anunciou ainda uma doação à escola.

Conhecias alguma destas curiosidades de Glee?