Untitled-1Teve lugar na passada quinta-feira, dia 19 de Junho, a cerimónia dos Critics’ Choice Television Awards, em Beverly Hills. Os vencedores, que podes consultar aqui, foram escolhidos por entre uma gama de nomeados de luxo.

Deixamos aqui as opiniões de alguns dos membros do Staff Séries da TV em relação às resultados desta cerimónia:

Muito gosto que Orange is The New Black ganhe o que há para ganhar, mas tenho dificuldade em ver a série numa categoria de comédia… Muita dificuldade. Para mim a Wendi McLendon-Covey teria sido a vencedora ideal como actriz de comédia. Aquela Beverly Goldberg é qualquer coisa de completamente doida, mas ao mesmo tempo adorável.

Já não é surpresa nenhuma a vitória de Breaking Bad na categoria de drama. Quanto à Tatiana, calha bem ter ganho numa altura em que estou prestes a ver Orphan Black. Só me pergunto se a genial Vera Farmiga não levará nunca nenhum prémio para casa. A mulher é brilhante em tudo o que faz!
Fico sempre decepcionada que The Good Wife vá embora de mãos a abanar, mas já venho sendo habituada a isso.

Diana Sampaio

 

Se por um lado fiquei extasiada pela merecidíssima vitória de Tatiana Maslany (rumo ao Emmy agora!), a derrota de Emmy Rossum deixou-me desapontada. O facto de Shameless pertencer agora à categoria de comédia cheira-me um bocado a batota porque a última temporada foi tudo menos cómica mas já é altura de o seu enorme talento ser reconhecido. Julia Louis-Dreyfus é uma excelente atriz mas já era tempo de lhe cederem o trono… O prémio de Jim Parsons não me surpreendeu e foi inteiramente merecido. Ainda está para chegar quem o bata na comédia!
Fiquei triste por Michael Sheen ter perdido para Matthew McConaughey assim como Jeremy Allen White na categoria de actor secundário. Ele esteve ‘on fire’ nesta última temporada de Shameless. Por último, na melhor série de drama Game of Thrones e Masters of Sex eram a minha opção mas reconheço que assim Breaking Bad despediu-se em grande!

Maria Sofia Santos

 

Aqui está uma cerimónia de entrega de prémios justa, tanto em termos de nomeados como em termos de vencedores. Gosto muito da Lizzy Caplan em Masters of Sex, mas se a Tatiana Maslany não tivesse vencido pelos seus papelões em Orphan Black, eu revoltava-me. Foi uma vitória mais que merecida desta excelente actriz. #TatianaforALLtheawards
Ainda na secção de Drama, as vitórias de Breaking Bad e Matthew McConaughey não são surpresa para ninguém, embora eu gostasse de lá ver outros nomes.
Continuo a achar um golpe de batotice American Horror Story entrar nas categorias de minissérie.. uma maneira fácil de limitar a concorrência e conseguirem mais prémios. Pelo menos aqui só levaram o de melhor atriz, que até é merecido.
Quanto à comédia, fiquei extremamente feliz com as vitórias de Orange is the New Black, principalmente as da nossa Crazy Eyes (Uzo Aduba) e da Red (Kate Mulgrew)

Mélanie Costa

 

Ao contrário das opiniões de muita gente que acha que Game of Thrones deveria ter ganho, acho a vitória de Breaking Bad justa e não poderia ser de outra forma, no próximo ano GoT ganhará certamente! Quanto a Matthew McConaughey não há nada a dizer, torna todos os outros actores banais. Aaron Paul também merece! Em relação às comédias não vou opinar muito porque das nomeadas só vejo TBBT, destaco também a vitória de Andre Braugher, grande actor! De todas as actrizes premiadas não conheço o desempenho de nenhuma por isso não sei se houve justiça, gostava que tivesse ganho a Lizzy Caplan nos dramas mas apenas por uma questão de simpatia em relação à actriz.

Rafael Cibrão

 

Melhor Drama deveria ter sido Game of Thrones… Aliás, Game of Thrones e The Walking Dead foram muito ignoradas! As restantes séries nomeadas e premiadas não acompanho! Para mais, as minhas séries de ficção-científica e fantasia raramente são nomeadas! Na animação, Archer ganhar aos icónicos The Simpsons? Huuuummmm…

Rui André Pereira

 

Acabada de vir da secção de ‘drama’ para ‘comédia’, Shameless saiu de mãos a abanar. Emmy Rossum perdeu injustamente o prémio de melhor actriz. De resto houveram poucas surpresas, destacando a merecida vitória de Tatiana Maslany e o prémio de McConaghey pelo seu trabalho em True Detective.

Dinis Pereira

 

No geral, tenho pouco ou nada a dizer. As opiniões são mais que muitas e cada um de nós tem uma maneira diferente e especial de ver os vencedores e os vencidos. Pessoalmente só me interessou a vitória de Tatiana Maslany, pela grande actriz que é, pelos enormes papeis que faz em OB, por tudo o que ela faz nesta grande série. Só posso dizer que é mais que justo e agora só falta uma coisa: EMMY! Esta rapariga merece!

Ricardo Santos