Uma semana depois de ter lançado o seu serviço de streaming, a Apple TV+ renovou duas das suas séries: Dickinson e See.

Ainda não há informações concretas acerca do número de subscritores ou de visualizações das séries, até porque a Apple oferece um período experimental de 7 dias grátis, mas fontes próximas da plataforma de streaming dizem que uma primeira análise “indica que a maioria dos espectadores que viram um episódio” destas quatros séries acabaram “por ver pelo menos mais um, se não dois”.

See tem como protagonista Jason Momoa e explora um futuro longínquo onde nenhum ser humano possui visão e encontra-se numa fase evolutiva de adaptação a esta condição, até que ocorre um nascimento de gémeos que conseguem ver e vão alterar a vida dos que os rodeiam por completo.

Dickinson retrata a vida de Emily Dickinson, uma poetisa americana que ficou famosa devido à sua originalidade. Com um toque moderno de sensibilidade, a série explora audaciosamente as limitações da sociedade, de género e da família pela imaginativa perspetiva de uma escritora em crescimento que não se encaixa no seu próprio tempo.

Por sua vez, For All Mankind já tinha sido renovada antes da estreia. A série explora uma história alternativa onde a União Soviética vence a corrida espacial e chega à Lua primeiro que os Estados Unidos da América. Contudo, os norte-americanos não se dão por derrotados e continuam o seu programa espacial com planos para missões mais ambiciosas.

Protagonizada por Reese Witherspoon, Jennifer Aniston e Steve Carell, The Morning Show também já tinha uma 2.ª temporada de dez episódios encomendada. A trama explora as vidas, dificuldades e rituais diários da equipa responsável por dar as primeiras notícias do dia aos norte-americanos.