Classificação

7
Interpretação
6
Argumento
6.4
Realização
7
Banda Sonora

[Contém spoilers]

Legacies regressa esta semana com Yup, It’s a Leprechaun, All Right, o mais recente episódio desta sua 3.ª temporada, que traz de volta o típico formato de monstro da semana que a série tanto adora.

Neste novo episódio, alusivo ao Dia de São Patrício, a Salvatore School encontra algumas dificuldades financeiras, levando Lizzie a organizar o seu primeiro evento de angariação de fundos. Enquanto Alaric tenta resolver a situação com o banco, Kaleb fica encarregue de supervisionar os eventos a decorrer na escola. Entretanto, Cleo ajuda Hope a lidar com as suas emoções, enquanto MG pede ajuda a Alyssa. Por fim, o aparecimento de um duende na escola pode representar aquilo que necessitam para mudar a sua sorte.

Apesar de este não ser o capítulo mais interessante desta nova temporada de Legacies, para minha surpresa também não é aquele que mais me aborreceu. Yup, It’s a Leprechaun, All Right é um episódio morno, com algumas cenas engraçadas, outras tantas frustrantes, e uma ou outra completamente escusadas que demonstram mais uma vez que a série tem vindo a ter algumas dificuldades em estabelecer (e manter) um bom ritmo, capaz de prender o interesse da sua audiência.

Como acontece com alguma frequência em Legacies, o monstro desta semana chega na hora certa para ajudar – e, simultaneamente, desestabilizar – os nossos personagens. Neste caso, o duende aparece na Salvatore School numa altura em que a instituição necessita urgentemente de fundos de modo a poder manter as suas portas abertas, atraindo consigo uma multidão de pessoas dispostas a gastar dinheiro. Apesar do aviso por parte do seu pai para não envolver elementos sobrenaturais nesta angariação de fundos, Lizzie aceita a ajuda deste novo monstro, mas tudo tem um preço e não tarda que a multidão se vire contra os nossos personagens.

Entretanto, Cleo procura ajudar Hope a lidar com a perda de Landon e sugere que a tríbrida utilize os restos mortais do seu ex-namorado como base para uma escultura. A ideia parece um pouco ridícula, tanto que os fãs da série haviam feito dela um meme nas semanas que antecederam este episódio, mas realmente é o que acontece. Na verdade, este outlet criativo parece fazer bem a Hope. Até que alguém tenta comprar o busto de Landon e não aceita não como resposta.

A nossa protagonista fica ainda mais furiosa ao descobrir que Lizzie lhe escondeu este novo monstro de Malivore e, consequentemente, o facto de o portal estar novamente aberto, o que pode significar que Landon está perdido algures. Ainda não tenho a certeza que Malivore tenha regressado, mas assumo que Hope deve ter razão porque não vejo outro motivo para monstros voltarem a aparecer. De qualquer forma, a presença do duende neste plano de existência é o suficiente para reanimar a réstia de esperança de Hope em encontrar Landon, o que leva a que a nossa tríbrida siga o monstro de volta ao local de onde veio. No entanto, os seus planos vão por água abaixo quando Cleo se vê forçada a matar a criatura, uma ação que Hope não consegue perdoar.

Por falar em imperdoável, descobrimos ainda que MG tem em sua posse o ascendente utilizado na criação do mundo prisão para onde Landon, Malivore e todas as suas criaturas foram enviados. Pessoalmente, não percebo o alarido em torno do assunto – afinal de contas, o ascendente não serve de nada sem a ocorrência de um daqueles “raros” eventos celestiais que Legacies usa com bastante conveniência. Mas certamente Hope, com toda a sua vontade, encontrará uma forma de fazer o impossível.

Entretanto, Josie acaba por passar grande parte do dia na sua antiga escola, sob o pretexto de querer ajudar. As cenas entre a bruxa e MG são facilmente das minhas favoritas neste novo episódio, mas, pelo contrário, a sua cena com Finch aparece no fundo do meu ranking. Acho a reação de Finch ao facto de Josie se ter baldado ao almoço que haviam combinado um bocado dramática e, quando contextualizada com os comentários de Ethan em relação à personagem, algo problemática. Não percebo se Legacies realmente quer que os fãs adiram a esta relação mas, por enquanto, continuo a não estar convencida.

Por fim, torna-se claro que a série não sabe bem o que fazer com Alaric. As suas cenas foram desinteressantes, no mínimo. Terríveis, se sou honesta. Assim, aguardo ansiosamente o momento em que a porção da profecia da esfinge relativa ao personagem se concretizará.

Não percas um novo episódio de Legacies todas as sextas-feiras na plataforma de streaming HBO Portugal.

Inês Salvado