Classificação

6
Banda Sonora
8
Interpretação
8
Argumento
7.5
Realização

StartUp relata a vida três pessoas, um banqueiro que precisa de dinheiro, um gangster que procura entrar em negócios legais, de uma jovem prodígio na área da informática que criou uma moeda capaz de revolucionar o uso do dinheiro no mundo inteiro, e que são eventualmente obrigadas a trabalharem juntas.

Phil Rask, interpretado por Martin Freeman, é um polícia corrupto que ao invés de prender um banqueiro quando tem provas do seu crime, prefere chantageá-lo por dinheiro. É uma personagem dura, com algum sentido de humor e que tem o evidente toque da experiência de Freeman.

Nick Talman é o banqueiro que precisa de dinheiro, devido aos esquemas do seu pai. Tem uma vida de sonho, acaba de se mudar com a mulher para uma casa paradisíaca e fica bastante interessado na proposta de Izzy quanto à nova moeda.

Izzy Morales é a hacker que criou a nova moeda, vive em pobreza, sem ter dinheiro sequer para a própria casa e frustrada porque nenhum banco quer investir na sua ideia, até que, com a sua apresentação, impressiona Nick.

Ronald Dacey é um gangster haitiano, casado, pai de um rapaz e uma rapariga, teve e continua a ter uma vida bastante dura, tem o controle das ruas do seu bairro e procura fazer negócios que sejam legítimos.

Este episódio tem um argumento de rápido desenvolvimento, ao qual é fácil ficar agarrado. A banda sonora não se destaca, nem pela negativa nem pela positiva. A intro é misteriosa, mantendo a atenção do espectador, e há um excelente rol de atores que fizeram um excelente trabalho.

Começamos por ver Phil a chantagear o pai de Nick, o que leva a que este receba o dinheiro ilícito do pai para o esconder. Porém, ao ficar cativado pela ideia de Izzy, decide usar esse dinheiro para fazer algo de bom. Ainda se relacionam com Ronald porque este tinha dinheiro com o pai de Nick e ao ser impossível contactá-lo decide fazer uma visita surpresa a Nick.

Gostei muito deste episodio inicial, em que se fica a conhecer as bases de cada personagem e o que gera a ligação entre eles. Tem atores que adoro, como é o caso de Martin Freeman, e uma história interessante. Tendo tudo isto em conta, é uma serie que recomendo ver; eu decididamente vou continuar a acompanhá-la daqui para a frente.

Raul Araújo