Classificação

9
Interpretação
8
Argumento
9
Realização
8
Banda Sonora

Contém spoilers!

Acho que a nossa querida Shonda Rhines devia pensar seriamente em mudar o nome da série de How to Get Away With Murder para How to Murder and Then Get Away. Ultimamente baseia-se tudo em como escapar depois de se arranjar a melhor forma de assassinar alguém. Em cada episódio se descobre algo novo: ou mais alguém foi morto, ou mais alguém está envolvido na morte/possível morte de alguém.

O episódio desta semana foi todo à volta de sexo. Annalise aceitou uma nova cliente que tem uma empresa de sexo e estava a ser acusada de homicídio involuntário de um cliente que morreu enquanto tinha relações com ela. Claro que o caso não foi tão simples quanto isso e Annalise acabou por descobrir outras implicações. Parece que Tanya (a nova cliente) estava apaixonada pelo morto e sabia que se lhe desse uma droga com viagra lhe podia causar um ataque cardíaco.

Mesmo depois de descobri-lo, Annalise defende-a e consegue causar dúvida e em vez de fazer o que está correto, chama a viúva do morto e faz com que pareça que ela foi a culpada da morte do marido. Destrói a mulher completamente em frente de todo o tribunal e dos filhos da mesma.

É também por acontecimentos como este que eu digo que a série devia mudar de nome. Parece que o que ao início tinha ética e moral, agora é feito de ânimo leve só porque a Annalise não pode perder um caso. Tanto o é que a própria cliente que matou o amante disse à advogada como é que ela conseguia dormir à noite.

Voltando ao caso central desta temporada: Caleb e Catherine. Parece que uma foto que prova que eles os dois estavam romanticamente envolvidos, o que lhes dava motivo para matarem os seus pais adotivos, veio a público. Quando a Annalise os confrontou e exigiu saber a verdade, e que lhe parassem de mentir, Caleb ficou realmente passado e afirmou (sem grande credibilidade) que não está envolvido com a irmã e que se a advogada voltar a duvidar dele a despede!

E como é que a informação foi divulgada? Pois é, um dos Keating Five, Asher, anda a ser chantageado pela Procuradora, Emily Sinclair, e vê-se forçado a dar-lhe todo o tipo de informação privilegiada sobre os casos de Annalise. Mas claro que Asher não é o único que tem um segredo: o Wes descobriu que o Levi (novo interesse amoroso da Michaela) conhecia a Rebecca e acaba por confrontá-lo. Parece que ele não acredita que a Rebecca tenha fugido do nada e acha que algo de grave se passa. O Wes acaba por ficar com a pulga atrás da orelha, mas avisa-o que deve deixar a Michaela em paz se não quer que lhe diga quem ele é na verdade. Para tentar descobrir o que realmente se passou recorre a Nate.

Agora que o Nate está livre de todas as acusações, Annalise tenta desculpar-se com ele como pode e arranja-lhe um emprego na polícia. Ela tenta de todas as formas voltar à vida dele. Claro que Nate não facilita e apesar de parecer que a vai deixar entrar de novo, ele está é em conluio com o Wes para descobrir o que é que a Annalise está a esconder.

E que tal? O que é que acharam deste episódio? Estão a pensar o que é que aconteceu em Trotter Lake com o Asher? Eu estou mesmo curiosa para saber o que se passou, mas acredito que tenha algo a ver com assassínio! E quanto ao disparo contra a Annalise? O que é que acham? À medida que os episódios vão passando e vamos tendo mais pistas, a lista de suspeitos cresce. Terá sido Nate? Wes? O Connor? Ou um dos gémeos? Espero que haja mais revelações no próximo episódio e consigamos juntar mais umas peças ao puzzle.

Ana Rodrigues