24LAD_EP8-SC812_CR-004

Preparados para mais uma review de Jack e companhia?

E episódio começa com a chegada de Simone à parte médica da CIA com agente Kate do qual pede para fazerem tudo para a acordar e mantê-la viva, para que esta forneça a localização da sua mãe e por um fim a tudo o que ela começou. Com tudo isto, Margot, recebe novidades e abandonam o local onde se encontram, pois sabe que a filha acabará por a odiar e fornecer a sua localização, apesar do seu acordo com o presidente.

Navarro, o chefe da CIA, começa a entrar em apuros, ao saber que o homem que contratou não tem certezas se matou o agente Reed, e aproveitando que falamos já aqui em Navarro, resumo já toda a sua participação no episódio, feito sonso recebe a chamada do agente Reed a pedir ajuda e a dizer que o tinham tentado matar, ele acaba por fornecer a sua localização e o Navarro fornece a localização ao seu homem para ir acabar com o trabalho, contudo, Reed não é apenas um analista e só vê computadores à frente, sabe lidar com vários tipos de situações e isso acabou por ser mostrado mais para fim do episódio, em que ele acaba com a vida do homem que o tenta matar. Como será o confronto com Navarro?

Uma das cenas mais intensas destes episódio, foi a conversa entre Jack e o presidente, em que por momentos o presidente ganha a garra de Jack e lhe explica os seus motivos, as suas decisões, para se encontrar com Margot e vai mais longe, explica a sua doença.

O presidente pede a Jack que o acompanhe neste seu último pedido, e apesar de Jack estar contra tudo isto, não abandona quem sempre lhe ajudou. Jack diz que precisa de mais uma pessoa de dentro para o ajudar a tirar da Casa Branca e Jack e Mark acabam por trabalhar juntos, apesar de não gostarem um do outros, existem certas alturas em que o motivo pelo que fazem superar qualquer estado de espírito entre as pessoas, que foi o caso.Ainda aproveitando a onda da presidência, um dos momentos mais bonitos e agridoce foi ver pai e filha juntos, a recordar momentos de infância. (quem é que não gosta de recordar? Se forem bons momentos e nos fazem bem, devemos fazê-lo sempre que possamos!

A missão é simples e sem muito alarido conseguem tirar o presidente dentro da casa branca sem ninguém dar conta, ou melhor, a sua filha, Audrey, acabou por se aperceber e culpar Mark por este não lhe ter dito nada, mas no fundo ela sabe o pai que tem. Audrey sofre, e sabe que não irá voltar a ver o seu pai, certamente. Jack e presidente chegam ao ponto combinado, o estádio. O presidente acaba por dizer a Jack que tudo o que ele tinha sido acusado, tinha sido apagado, e estava livre.

No interrogatório a Simone, Kate,  conseguiu saber que existia um disco guardado que permitia aceder ao programa de controlo de drones e Kate pede para enviarem todos os dados para Chloe para que esta possa tentar aceder a tudo e bloquear o sinal a Margot e companhia. Jack tenta saber se Chloe consegui saber algo, ela aos poucos consegue, mas não é suficiente para impedir que o presidente vá para o meio do estádio e se torne o alvo de Margot. Margot não perdoa, e acaba por disparar o míssil do drone sobre o presidente dos EUA, altura em que o episódio termina sem qualquer reacção de Jack.

No geral foi um bom episódio, para muitos pode ter sido o episódio mais fraco da temporada por existir falta de acção, mas a acção é compensada por momentos de história e sentimentos. Contudo, sinto muito a falta de Chloe nesta temporada, acho que ela merecia e devia ter mais destaque junto de Jack, sinto tanto falta desses momentos!

– O que irá ser com morte do presidente?

– O que irá Jack fazer?

– Agente Reed, irá confrontar Navarro?

– Veremos mais Chloe com Jack?

 

Nota: 8.5/10

Ricardo Santos