24LAD-EP4_SC402_CR-006_1

Que turbilhão de sentimentos do inicio ao fim do episódio! Para mim foi o melhor episódio até à data, vamos à review? Contêm spoilers, para os mais desatentos! 😉

O episódio começa com acção que devia e merecia dado ao final o anterior! Começamos com a confusão instalada na embaixada onde Jack faz tudo por tudo para conseguir chegar ao Tenente Tanner, com o grande apoio a seu lado: Chloe

Chloe tenta entender porque razão o ‘seu mestre’ tramou Jack e eles dá algumas justificações, contudo a amizade que existe entre o Jack e Chloe mostra mais força que nunca e nestes momentos podemos dar conta disso mesmo. As amizades puras e verdadeiras são assim, aconteça o que acontecer a amizade está sempre em 1º lugar!

Jack consegue com ajuda de Chloe falar com Tenente Tanner e quando ia começar a falar percebeu-se que ele não estava só na mesma sala, mas isso não é problema: arruma-se o soldado a um canto e fica o problema resolvido, e assim foi.

Conseguem ter uma conversa os dois e o tenente fica a saber que Jack acredita na sua inocência, ainda que ficou desconfiado no início, mas rapidamente caiu na realidade que ele nada tinha a perder, e a confiança surgiu entre eles, acabando por lhe dar o que pedia: a chave que activa o drone, o que pode provar a sua inocência!

Continuamos com o episódio e sentimos aquilo que já estávamos habituados: Chloe ser os olhos de Jack, através das suas perecias informáticas!

A família Al-Harazi, se já achava estranha então agora acho muito estranha! Ao que parece Naveed (marido da loira que já não é loira e que é filha da Margot) é o único que sabe pilotar os drones e por isso precisam tanto dele, mas ele quer desistir e partilha esse sentimento com a mulher, Simone (loira que já não é loira). Ela acha estranho e diz que o ama e que fica com ele e entra na jogada, basicamente. E eu? Ah pois deve ser, mais uma mentira! E estava certo!

E aproveito e falo já aqui de toda a cena desta família neste episódio, Simone confia mais na mãe do que no marido e vai contar à Margot, mal ela sabe o que ia estar prestes acontecer! Margot confronta Naveed e ele não nega e afirma que vai abandonar o barco, contudo Margot é daquele tipo de mulheres que é tudo à sua maneira, a bem ou mal: Que raio de mãe é que manda cortar os dedos à filha em frente ao marido para ele ver e ser forçado a aceitar? Ela é desse tipo de mãe, primeiro a vingança e depois a família! Foi sem dúvida uma das cenas mais vibrantes deste episódio!

Continuando com a fuga de Jack dentro da embaixada, ele sabe que não existe maneira de sair mas tem de fazer chegar os dados da chave a Chloe e assim o é: vai assumir a sala de comunicação da embaixada, lá pode enviar os dados que necessita. As complicações voltam a surgir: não basta enviar os dados, é preciso desencriptar-los e as coisas começam a aquecer aí, com soldados à porta prestes a entrar e a matar, se for preciso.

Voltando à agente Kate, tal como o Bauer já disse ela é boa, e na realidade é: ela começa a ver as coisas de maneira diferente e ganha livre vontade para as fazer (continuo a dizer que ela é o Jack em versão mulher)

Outro dos momentos mais importantes da série foi a conversa entre Jack e Senhor Presidente, do qual o lado amigo do presidente quer acreditar no Jack, mas por outro lado não acredita e com a ajuda do idiota do marido de Audrey ele dá ordem para arrombarem a porta e entrar na sala de comunicações. Audrey não concorda com nada, e ainda faz questão de dizer isso ao pai e ao seu marido, cá para nós ela vai ajudar o Jack, pois o sentimento por ele nunca desapareceu, permanece,  mas de uma forma mais escondida.

O final do episódio não podia ser melhor: Kate disse que faria tudo para falar com Jack e fez, entrou pelas condutas e entrou na sala. As hipóteses não eram muitas, ela quer ajudar e para isso teria de o prender e de ele confiar nela, pois ela disse que confia nele e vai ajudar a provar o que ele diz.

A cena final, termina com Kate a proteger Jack dos soldados, que mesmo estando sobre a sua custodia (CIA) eles querem meter o bedelho e ela não vai deixar!

Posto isto ficam duas grandes questões, a meu ver: Será Kate de confiança? Irá Audrey fazer algo para ajudar Jack?

Espero pelo próximo episódio e por mais desenvolvimentos! 🙂

Nota: 9/10

Ricardo Santos