Dad Stop Embarrassing Me foi cancelada pela Netflix após uma temporada. O serviço de streaming decidiu que não vai continuar com a comédia protagonizada e produzida por Jamie Foxx e que se inspira na sua relação com a filha, que co-produz a série, de oito episódios estreados em abril.

A trama, que explora a dinâmica entre pai e filha – interpretados por Jamie Foxx (sendo que o ator dá também vida a outras personagens) e Kyla-Drew – é inspirada na própria relação de Jamie Foxx com a sua descendente, Corinne Foxx, também produtora da série. A narrativa acompanha Brian Dixon, o dono de uma empresa de cosmética e pai solteiro de uma adolescente de nome Sasha. Brian dá o seu melhor como pai, mas acaba por proporcionar momentos embaraçosos na visão da sua filha. Aos dois juntam-se Pops Dixon (David Alan Grier) e Chelsea Dixon (Porscha Coleman), que o ajudam a navegar as complexidades da paternidade.

Jamie Foxx esteve envolvido na decisão de acabar com a série, criada juntamente com Jim Patterson, que desistiu da posição de showrunner do projeto antes do início da produção e foi substituído por Bentley Kyle Evans. Depois de sucessos como Fuller House e The Ranch, também criados por Patterson, a Netflix tem enfrentado alguns desafios com as suas comédias familiares, com muitas a não passarem da 1.ª temporada.