Tal como no ano passado, a cerimónia dos GLAAD Media Awards de 2021 ocorreu de forma virtual. Estes prémios têm como objetivo homenagear a precisão, coragem, inclusão, originalidade, impacto e qualidade de representações da comunidade LGBTQ no mundo dos media, abrangendo diferentes tipos de programas, sendo que aqui apenas estão mencionadas as categorias respetivas a séries.

Destaque para Star Trek: Discovery, que ganha o prémio de Melhor Série Dramática após ter introduzido uma personagem não-binária e uma personagem transgénero na sua 3.ª temporada. Também de realçar Schitt’s Creek, que leva o prémio de Melhor Série de Comédia pelo segundo ano consecutivo.

Segue-se a lista de nomeados e respetivos vencedores do mundo das séries, destacados a negrito:

Melhor Série Dramática:
9-1-1: Lone Star (FOX)
Killing Eve (BBC America)
P-Valley (Starz)
Ratched (Netflix)
Star Trek: Discovery (CBS All Access)
Supergirl (The CW)
The Umbrella Academy (Netflix)
Vida (Starz)
The Wilds (Amazon Prime)
Wynonna Earp (Syfy)

Melhor Série de Comédia:
Big Mouth (Netflix)
Dead to Me (Netflix)
Everything’s Gonna Be Okay (Freeform)
Harley Quinn (HBO Max)
Love, Victor (Hulu)
Saved by the Bell (Peacock)
Schitt’s Creek (Pop TV)
Sex Education (Netflix)
Superstore (NBC)
Twenties (BET)

Melhor Minissérie ou Série de Antologia:
Dispatches From Elsewhere (AMC)
The Haunting of Bly Manor (Netflix)
Hollywood (Netflix)
I May Destroy You (HBO)
Little Fires Everywhere (Hulu)

Melhor Série de Língua Espanhola: 
Ana (Comedy Central)
Élite (Netflix)
#Luimelia (Atresplayer Premium)
Someone Has to Die (Netflix)
Veneno (HBO Max)

Podes ler um resumo da cerimónia assim como saber os nomeados e vencedores das restantes categorias aqui. Se tiveres curiosidade quanto aos vencedores do ano de 2020, podes consultá-los aqui.