A Netflix comprou os direitos da série de crime luxemburguesa Capitani, que estreia na maior parte das regiões com acesso à plataforma de streaming a partir do próximo dia 11 de fevereiro, incluindo em Portugal.

A trama acompanha um detetive chamado Luc Capitani (Luc Schiltz) que chega a uma vila rural, no norte do Luxemburgo, para investigar o desaparecimento de uma adolescente. Contudo, sofre um grande choque cultural à medida que se vai instalando na localidade, tornando-se cada vez mais um estranho. Para ultrapassar as dificuldades inerentes a uma comunidade fechada, em que todos os habitantes têm uma mentalidade protetora, Capitani fica dependente da ajuda de Elsa Ley (Sophie Mousel), uma jovem polícia corajosa. Naquela que é uma autêntica caça ao assassino, os agentes acabam rapidamente por se envolver numa teia de segredos e mentiras. Com a progressão da narrativa, Capitani é forçado a lidar com os seus próprios demónios após descobrir uma verdade chocante.

Entre os restantes atores que constam do elenco da 1.ª temporada encontram-se nomes como Désirée Nosbusch (Bad Banks), Stefan Weinert (Tell Me Who I Am) e Marc Limpach (Darktown).

Ao que tudo indica, a segunda leva de episódios já esteja em fase de preparação e as informações disponíveis apontam para que as filmagens tenham início em meados de março. Segundo uma newsletter da produtora Samsa Film, a 2.ª temporada já se encontra encomendada e deverá ir para o ar em 2022 no país de origem.

De notar que esta recente aquisição é produzida por Claude Waringo, da parte da Samsa Film, e trata-se de uma parceria entre a produtora e três outras entidades: a estação televisiva RTL Lëtzebuerg, o Film Fund Luxembourg e a Artemis Productions. Christophe Wagner encarregou-se da realização de todos os episódios da 1.ª temporada.