Netflix encomenda quatro novas séries
| 30 Nov, 2018

A Netflix encomendou quatro novas séries para constarem no seu catálogo.

Cowboy Bebop é um animé muito popular mundialmente e vai, agora, ganhar uma versão em imagem real. A história vai acompanhar as vidas de Spike Spiegel, Jet Black, Faye Valentine e Radical Ed, um grupo de caçadores de recompensas a fugir do passado, à medida que vai caçando os criminosos mais perigosos do Sistema Solar. A série de dez episódios será uma coprodução da Netflix com a Tomorrow Studios, sendo que Shinichiro Watanabe, realizador do animé original, será consultor da produção. A Netflix ainda não divulgou a data de estreia.

Criminal é uma série policial com uma premissa simples: passa-se numa sala de interrogatório da polícia. Este drama minimalista com jogos engenhosos vai focar-se no conflito mental intenso entre um polícia e um suspeito. Em cada um dos episódios será desvendado um crime diferente. Criminal contará com 12 histórias únicas que se passam em quatro países: França, Espanha, Alemanha e Reino Unido. Os episódios serão falados na língua local e escritos e realizados por talentos dos países onde vão ser filmados. Serão 12 episódios ao todo, cada um com 45 minutos e existirão três episódios por país. Criminal tem como showrunners George Kay (Killing Eve) e Jim Field Smith (Endeavour).

Outra das novidades da Netflix é Young Wallender, uma coprodução do Reino Unido e da Suécia baseada numa fase jovem da vida de Kurt Wallander, o famoso inspetor da polícia criado pelo escritor sueco Henning Mankell. O personagem já foi retratado no pequeno ecrã, na série Wallander, da BBC, com Kenneth Branagh, e numa versão sueca protagonizada por Krister Henriksson. A série irá retratar a vida do detetive quando ele estava na casa dos 20 anos, assim como o seu primeiro caso. A série de seis episódios irá ser falada em língua inglesa e irá para o ar em 2019.

A última série desta lista ainda não tem nome, mas será sobre a Revolução Francesa. A série irá começar no ano de 1787, dois anos antes do início dos tumultos. Depois de Joseph Guillotin descobrir um vírus desconhecido, batizado Sangue Azul, a doença começa a espalhar-se de forma rápida entre a aristocracia francesa, levando-os a assassinar pessoas comuns, o que, em pouco tempo, leva a uma revolução. A série foi criada pelo romancista francês Aurélien Molas, que escreveu os oito episódios juntamente com Gaia Guasti. A produção da série deverá começar em 2019.

Publicidade

Populares

calendário estreias

his dark materials

Recomendamos