Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas e desta vez vamos dar-te a conhecer algumas sobre Emily in Paris:

1. Darren Star, o criador da série, revelou que a equipa de argumentistas viveu em Paris durante uns tempos. O objetivo era que essa experiência os ajudasse a compreender “Emily e a encontrar as nuances e a realidade da situação”. Também a protagonista, Lily Collins, passou quatro meses na capital francesa, a viver como uma local, e confessou “que algumas coisas que aconteceram a Emily também” lhe tinham acontecido a ela, incluindo ficar sem água quente, viver num apartamento sem aquecimento, com o elevador avariado, obras a toda a volta. A atriz chegou a perguntar a Star se tudo aquilo tinha sido planeado para que ela sentisse mais empatia em relação a Emily. No entanto, apesar de a equipa supostamente ter vivido a experiência parisiense, a série foi acusada pela crítica – sobretudo a francesa, mas não só – de cair em clichés e estereótipos.

2. Lucas Bravo, que dá vida a Gabriel, o vizinho de Emily que trabalha como chef, também tem experiência no mundo da cozinha e da gastronomia. Há alguns anos, Bravo estava a trabalhar num bar quando um dos souschefs – que ocupa o segundo lugar mais importante nas cozinhas profissionais – se foi embora. Ele sentiu que não havia muito mais que pudesse aprender no bar e ofereceu-se para ajudar na cozinha, onde passou a ser precisamente uma espécie de sous-chef.

3. Quando Ashley Park foi escolhida para interpretar Mindy Chen, a personagem foi reescrita de forma a acomodar os dotes musicais da atriz, que já conquistou uma nomeação para os Tony Awards, o equivalente do teatro aos Óscares.

4. Lucas, Ashley e Samuel Arnold viveram juntos durante uma parte das gravações. Foi Ashley quem acolheu os outros dois no seu apartamento, durante o último mês e meio de filmagens e Lucas confessou numa entrevista que se tinham divertido imenso.

5. A Ópera Nacional de Paris, a primeira companhia de ópera da cidade, fundada no séc. XVII, foi encerrada durante uma noite para que a equipa filmasse uma cena da série, quando Emily vai à ópera para falar com Pierre Cadault (Jean-Christophe Bouvet). As filmagens duraram toda a noite e o visual de Emily nessa cena trata-se de uma homenagem à famosa atriz Audrey Hepburn.

6. A série recebeu duas nomeações aos Golden Globes de 2021, o que resultou numa grande controvérsia, devido às más críticas que a série conquistou. No entanto, a polémica aumentou quando se soube que vários membros com poder de voto nos prémios receberam viagens pagas a Paris para visitar o set de filmagens da série. Isto levou vários críticos a questionarem a imparcialidade do processo de votação dos Golden Globes.

7. Apesar das críticas negativas, a série revelou-se um fenómeno de popularidade na Netflix. Foi a produção de comédia mais vista da plataforma de streaming no ano de 2020, chegando a atingir as 58 milhões de visualizações em apenas 28 dias após a estreia, a 2 de outubro.

Conhecias alguma destas curiosidades sobre Emily in Paris?