Grey’s Anatomy – 11×23 – Time Stops
| 08 Mai, 2015
GREY'S ANATOMY - "Time Stops" - The doctors of Grey Sloane Memorial Hospital are forced to put their emotions aside when a catastrophic event occurs, on "Grey's Anatomy," THURSDAY, MAY 7 (8:00-9:00 p.m., ET) on the ABC Television Network. (ABC/Richard Cartwright) CHANDRA WILSON, ELLEN POMPEO, SARAH DREW

11×23 – Time Stops

[Contém spoilers]

Mais um desastre aconteceu em Seattle para dar trabalho aos nossos médicos. Desta vez foi o desabamento de um túnel, um desastre tão grande que primeiro só apareciam mortos. Nada de feridos, tudo mortos, e o primeiro paciente a não ir diretamente para a entrada da morgue foi um miúdo de 17 anos. Não sei se foi sorte ou azar o dele que Owen tenha decidido que a forma de o salvar era usar um método experimental, que ainda só tinha tido resultados em porcos. Dois médicos tiveram de dar aval para que o procedimento fosse feito e Alex e Webber chegaram-se à frente, em oposição a Jackson e Catherine.

Por falar em Catherine e Richard, era suposto casarem-se neste episódio. Aliás, ela já estava a preparar-se para a cerimónia, mas decidiu ir para o hospital ajudar com os feridos, que entretanto começaram a chegar. Seria de pensar que no seu dia de casamento, o casalinho estivesse nas nuvens, mas esse estado de paz não durou muito tempo. Os dois entraram em conflito porque Catherine lançou a cartada de que é dona do hospital e Richard contrapôs que também ele tem uma participação e que além disso é chefe (sim, porque Owen afastou-se depois de ter ido para a zona de combate e não tornou a assumir o cargo). Nada de novo entre os dois, nada de novo para Richard, que não sabe lidar muito bem com o sucesso das suas mulheres. Resta saber se ainda vai haver casamento.

Jackson, o Avery mais novo, e Kepner também não estão muito melhor. Eu bem disse que a ida de April lá para terreno perigoso com Owen ia dar problemas uns tempos depois. Foi rápido! Mas é legítimo, no lugar de Jackson também não ia achar piada nenhuma que a minha mulher se lembrasse de fazer uma coisa dessas, ainda por cima sem discutirmos o assunto. Mas isto só prova que April deixou de ser a rapariguinha frágil que era quando a conhecemos. Como acompanhamos a vida destas pessoas todas as semanas durante anos, às vezes nem nos apercebemos do crescimento dos personagens se não pararmos para pensar no assunto, mas April cresceu mesmo. Dei por mim a pensar isso quando ela estava com Meredith, Maggie e Amelia no terreno.

As quatro tentaram fazer o que puderam por Keith, o futuro marido de uma paciente grávida que estava no hospital a ser tratada. No entanto, o homem estava preso no carro, que estava completamente amassado e espalmado e elas mal conseguiam trabalhar, porque só lhe conseguiam chegar através das janelas com os vidros partidos e não tinham muita margem para trabalhar. Quando já não podiam fazer mais nada foram embora, ficando apenas April, a ver o que ainda conseguia fazer para o ajudar.

Bem, quando parecia que estava tudo bem, instalou-se uma ‘guerrinha’ entre Amelia e Meredith. Lógico que Amelia não estava a falar do paciente, ela já estava a referir-se a algo muito mais pessoal, claro. Já aqui referi que me surpreendeu o facto de Meredith não ter ligado a nenhum dos amigos quando Derek morreu. Ela não devia ter estado sozinha naquele momento, mas a verdade é que é a Amelia que devia ter ligado. Entendo que Meredith nem tivesse sido capaz de pensar em nada, mas acho que neste aspeto vou tomar o partido de Amelia. Não porque acho que ela podia ter salvo a vida do irmão, mas porque acho que tinha o direito de se ter despedido dele. Agora, ela ficou claramente ressentida em relação a Meredith e não a vai perdoar tão cedo. Isto também já está visto, já vimos Amelia ressentir-se de Addison em Private Practice e odiá-la durante uns tempos. Só que Addison preocupava-se muito com Amelia e parece-me que Meredith se está a lixar para ela, portanto que não espere que ela ande à procura de perdão.

Agora, a sério que era preciso surgir um novo grupo de internos? Seriously? Já é o terceiro ou quarto! Acompanhámos Meredith, Alex, Cristina, Izzie e George; acompanhámos (embora pouco) os seus internos quando eles se tornaram residentes; tivemos Steph, Jo e os outros que já saíram (ou morreram) e agora Steph e Jo têm os seus próprios internos. Incompetentes, pelos vistos! Um deles ia fazendo com que uma paciente grávida com uma lesão grave partisse o pescoço, mas Callie, Arizona e Stephanie conseguiram controlar a situação e em princípio ficará tudo bem.

Para terminar, eu já a semana passada disse que a saída de Jo da série parece estar a ser preparada… Agora ela quer seguir o exemplo de April e ir para uma zona de combate ajudar pessoas. Por mim, pode ir embora à vontade, mas o Alex não vai a lado nenhum. Por falar nele, Meredith pediu-lhe para ir com os miúdos para a casa dele, porque é ali que quer estar por agora. É claro que ele não recusou!

Season finale para a semana. Estou convencida de que Callie e Arizona estarão em destaque, mas é só um palpite.

Nota: 6,5/10

.

Diana Sampaio.

Se ainda não conhecem os nossos parceiros de Grey’s Anatomy (Portugal), espreitem aqui.

 

Publicidade

Populares

ramy

calendário estreias

the resident poster

Recomendamos