Grey’s Anatomy – 11×16 – Don’t Dream It’s Over
| 22 Mar, 2015
8480a6d555c5fd9816a9256ec8ad

11×16 – Don’t Dream It’s Over

[Contém spoilers]

Enquanto Meredith andava a criar teorias na cabeça sobre quem era o raio da mulher que atendeu o telefone do marido dela, Callie aproveitava um momento de grande química com Heather, com quem estava a ter um encontro quando foi chamada para uma emergência no hospital. A sério, p beijo entre as duas foi intenso! Aliás, esse beijo foi uma das cenas reveladas nos sneak peeks que saíram durante a semana e eu já andava obcecada com isso. O beijo foi perfeito, a química também, por isso andei a tentar descobrir o máximo possível sobre a atriz, contente por Callie estar a seguir em frente. A química foi boa, – nunca é demais referir – achei a tipa gira e sexy, portanto eu estava satisfeita. Mas isto é Grey’s, right? Então Arizona viu Callie beijar a outra e Callie viu que foi vista. Pior que isso, as duas tiveram de apanhar o elevador juntas para a emergência. Awkward!

Posto isto, depararam-se com uma família, pai e mãe grávida de 35 semanas, envolvidos num acidente de viação, causado por um senhor de idade com Alzheimer. Mais ou menos. A pobre Maggie acabou atirada ao chão, com um ferimento na cara, depois de o senhor, sem ter noção do que fazia, a ter empurrado. Com Richard no caso, sabemos o quanto a doença de Alzheimer é pessoal para ele, graças a Adele e Ellis. A questão é que Maggie, sendo filha de Ellis, pode ter pré-disposição também para desenvolver a doença. E tem. Pois, tinha que ter. Não estou satisfeita! Tinham que trazer isto à baila?

Voltando à ação médica, todos os residentes querem trabalhar com Meredith, devido à sorte que esta tem vindo a gozar, não perdendo um único paciente há vários meses. Mais uma vez o seu paciente sobrevive, mas poderá nunca voltar a ser o mesmo e perdeu a mulher. O bebé está vivo e saudável, mas poderá o pai tomar conta dele? Foi tão triste que Jo até se foi abaixo e começou a chorar à frente de toda a gente.

Quanto ao paciente de Richard e Maggie, afinal aquilo que parecia ser Alzheimer, não era. Quem descobriu? Amelia Shepherd! E pode salvá-lo. A pose de super-herói antes da cirurgia a Herman parece ter resultado na perfeição e ela continua a ser capaz de coisas incríveis. Mas o paciente não quer ser salvo, depois de ter descoberto que foi ele o culpado por um acidente que matou uma mulher grávida. Não seria capaz de viver com a própria consciência e prefere voltar a esquecer-se de tudo, inclusive dele próprio.

Quem continua a ser ele próprio é Jackson, chato como sempre. Anda constantemente em cima de April, a ver se ela está bem, a tratá-la como uma flor de estufa. Faz isso porque é um marido preocupado, mas não é a melhor maneira de lidar com o assunto e April não é tão frágil como as pessoas pensam. Fogo, e ela só quer que Jackson pare de arruinar tudo com conversa quando ela quer fazer sexo. O facto de ela até ter despido o sutiã não foi suficientemente elucidativo? Acho que foi.

Voltando a Callie e Arizona, já era de prever que iriam falar sobre o ‘encontro’ de Callie. Se não falassem é que eu estranhava. Surpreendente foi Callie basicamente lhe ter dito que ela não tinha nada a ver com isso. Concordo, não tem. [Aparte, a melhor cena foi Meredith a dizer a Callie que ela podia sair com quem quisesse, que Arizona já tinha andado a sair com quem quis enquanto ainda eram casadas, portanto… Cem pontos para Meredith pela piada. Sorry, Arizona.]
Estava eu toda contente, porque Callie fez o que estava certo ao dizer aquilo a Arizona e porque já me estava a afeiçoar a Heather, – eu sei, só a conheci durante dois segundos, mas aquele beijo! – quando Arizona volta à carga para contar a Callie que conhece Heather, que já saiu com ela e que era uma maluca de quem já lhe tinha falado. Maluca do género de fugir a sete pés. É pena, mas passemos para a próxima (ou próximo), que quero ver a Callie com alguém, por favor!
Agora Callie, Meredith, Maggie e Alex formam um grupinho e são vistos muitas vezes juntos a conversar. Desta vez o motivo da conversa era a recente situação de Derek e Meredith. Ela pensou que está a ser traída, mas pode parecer e não ser… E quem aparece no final do episódio? Derek Shepherd, que apanhou um avião logo depois do telefonema misterioso! O episódio termina e ficamos sem saber o que aconteceu.
Sei que esta situação tem mau aspeto, mas pode não ser nada. Além de que Meredith anda a pensar que ele já fez isso uma vez, ao trair a Addison com ela, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra. Ele deixou a Addison, portanto não há nada de errado em ter-se envolvido com outra pessoa. Só devia era ter-se lembrado do pormenor de contar à outra pessoa que era casado. Mas tecnicamente ele não traiu Addison. Agora se traiu Meredith, é um sacana. Coisa que até acredito que seja. A ver vamos. Podia ser já hoje, estou mesmo curiosa.
E já agora, Amelia e Owen, deixem lá. Tenho a certeza de que conseguirão ter sexo no próximo episódio. Ou não, às tantas voltam a ser interrompidos. Ou podem sempre desligar os telemóveis. Ou aproveitar o dia de folga para isso. Acho eu. Alguma solução se há-de arranjar.
 –
Nota: 8/10
Diana Sampaio.

Publicidade

Populares

calendário estreias

his dark materials

Recomendamos