Grey’s Anatomy – 11×12 – The Great Pretender
| 21 Fev, 2015
CHANDRA WILSON, BENJAMIN PATTERSON

11×12 – The Great Pretender

[Contém spoilers]

Esta semana, Grey’s Anatomy traz-nos um episódio que é essencialmente divertido. No entanto, vou começar precisamente pelo contrário, pelas partes mais sérias.

O irmão de Ben veio visitá-lo para juntos despejarem na floresta a urna com as cinzas do pai. Como normalmente os familiares dos médicos aparecem sempre com algum problema de saúde, esta visita não foi excepção. Descobrimos que Kurt está a fazer uma transição para mudar de sexo, algo que escondeu da família, incluindo de Ben. É-lhe difícil de aceitar, como seria de esperar, mas Bailey fá-lo ver as coisas da melhor maneira possível.

Catherine continua em Seattle, para se certificar que o filho e April estão bem e usa Richard para isso. Voltam ao mesmo, ele não sabe lidar com a personalidade dela e ela não vai deixar de ser quem é. Eu já achei piada a Catherine, mas agora começo apenas a considerá-la uma grande intrometida, portanto quanto mais depressa ela se for embora, melhor.

Quando se pensava que Meredith e Derek iam ter um fim-de-semana para matarem saudades, não acontece nada disso. Meredith nunca saiu de Seattle com medo de perceber, se estivesse com Derek, que estava tudo acabado entre eles. Realmente mais valia. Toda esta situação é muito parva desde o início! E pobre Maggiem a achar que a irmã andara a trair o Derek e a ter de inventar mentiras para não a denunciar. Cada vez gosto mais da Maggie, a sério! Ela é uma personagem tão simpática, tão engraçada, tão genuína que é impossível não a adorar. Quem me começa a irritar é Meredith, que age como uma verdadeira idiota com a irmã e de forma muito cobarde em relação a Derek e à relação dos dois.

Além disto, o episódio é constituído essencialmente por momentos engraçados que vale a pena mencionar, a começar por um caso médico. Imaginem ter um namorado tão chato, tão chato, tão chato, que até fingem desmaiar para ele ver se ele se cala um bocado. É este o dilema da paciente de Callie e Amelia. O tipo pode ser querido, mas é realmente muito chato e muito cola e a rapariga não sabia como recusar o pedido de casamento. Assim sendo, atirou-se para o chão, magoou-se a valer e acabou por precisar de cirurgia. E quem acabou por terminar com o namorado da paciente foi Callie, uma vez que a rapariga continuava sem coragem para isso.

Então Callie e Amelia comentaram que perderam o jeito para o engate, mas que dantes costumavam ser bastante boas nisso (e eu confirmo!) E a provar que já perdeu o jeito, Amelia vai ao trailer de Owen, fala sem parar e basicamente começa a perceber que o melhor é ir embora porque já se estava a embaraçar demais. Ok, ela pode já não ter grande jeito para o engate, mas sempre foi uma fala-barato sem filtro e isso torna-a muito engraçada. E Owen também lhe acha graça, tanto que a beijou. Eu que início não achava piada nenhuma à ideia, agora começo a convencer-me que ficam bem juntos. E já não digo isto apenas porque assim não há hipótese de acontecer algo entre Owen e Callie.

Pelos vistos quem ainda parece ter algum jeito para engatar é Callie, que fez olhinhos a um tipo muito giro no bar e acabaram a dançar juntos. Se ela voltar a sair com homens vai ser um bocado estranho, uma vez que já estava habituada a vê-las com mulheres, mas o que interessa é que ela se divirta. Vai ser certamente divertido para mim assistir a isso. .

Por falar em engraçado, os melhores momentos deste episódio são proporcionados por Arizona e Herman, que agora começam a tornar-se amigas. Herman descobriu que Arizona traiu Callie e começa a achá-la menos seca e mais interessante por isso. Eu acho que isso só a torna traidora, mas ninguém me perguntou nada! Mas numa coisa concordo com Herman! Viver com os residentes a deambular sempre em trajes menores (ou sem trajes alguns) não dá com nada. A Arizona é uma senhora crescida, devia arranjar um sítio para ela.

Nota: 6/10

Diana Sampaio.

Se ainda não conhecem os nossos parceiros de Grey’s Anatomy (Portugal), espreitem aqui.

Publicidade

Populares

calendário estreias

his dark materials

Recomendamos