135525_8991_pre_FULL

10×23 – Everything I Do, Nothing Seems to Turn Out Right

A um episódio da season finale, é óbvio que tudo vai ser à volta da saída de Cristina do hospital. Também Leah está completamente encaminhada para sair, só falta Ross, que também irá deixar a série.

Primeiro acerca de Leah, Webber contou-lhe a difícil verdade de que ela nunca será uma cirurgiã, que está muito atrasada em relação aos colegas e que deveria pensar em outra carreira na medicina, na investigação, por exemplo. Eu sei que ninguém gosta da Leah, mas eu gosto. E tive pena por ela, por ter de desistir daquilo que quer ser.

Agora falemos da iminente saída de Cristina. Aquele hospital vai ter saudades dela e ela certamente também, mas convenhamos, aquele hospital talvez seja “pequeno” demais para a “grandeza” que Yang sempre quis atingir. Não estou a dizer que não é bom o suficiente para ela, mas que ela sempre sonhou muito alto e que a carreira sempre foi ‘o’ amor da vida dela, embora por várias alturas ela própria se tenha esquecido disso. Só vai custar muito ver ela e Meredith separarem-se. O Owen é que já anda para ali carente, todo lamechas que vai sentir a falta dela e lá se beijaram. A sério, give me a break e deixem-se disso.

Hum, quem também tem uma proposta para ir embora é Derek. O Presidente quer que ele vá para DC e também arranja um lugar para a Meredith lá num hospital e blá blá blá. A proposta é bastante irresistível e Derek também é um tipo ambicioso, mas não estou a ver a série ter muita lógica com eles deslocados de Seattle e a renovação já foi garantida… Vamos lá ver. Eu preferia que ficassem, e a julgar pela reacção da Mer, ela também. E parece-me que Caterine Scorsone ainda se vai juntar ao elenco. Era tão fixe 😀

A Dr.ª Bailey assumiu perante os pais do “Bubble Boy” que lhe tinha dado o tratamento que eles rejeitaram e apesar de o miúdo ter ficado totalmente bom, o pai queria processar a médica. Um perfeito disparate, uma vez que ela salvou o puto. Já ia haver confusão com processos e tudo, Stephanie deu uma de heroína em prol do “bem maior” assumindo as culpas, blá blá blá e no fim ficou tudo bem. Óptimo, porque se a Bailey fosse processada ainda dava de novo em doida, coisa para a qual não tenho paciência e que, consequentemente, daria comigo em doida também 😛 Mas desta vez eu até estava mesmo do lado de Bailey.

O Alex decidiu armar-se em parvo e o calduço que a Arizona lhe deu foi bem mandado. Vai ali para o hospital “roubar” pacientes e armar-se em cowboy e depois põe-se a lamentar que lá na clínica se não consegue pacientes não faz entrar dinheiro e mais não sei quê. Pois, mas ele não hesitou em aceitar o trabalho, mesmo sabendo que provavelmente aquilo não tinha nada a ver com o que ele queria da vida. E sim, é claro que o dinheiro é importante e ajuda em muita coisa, mas não é tudo. E se ele não gostar do trabalho, então não vale a pena.

Estranhamente, não achei a April e o Jackson muito irritantes neste episódio 😛 Até os achei engraçadinhos, com a história toda da gravidez… E tive pena da April, que a Callie estava quase a matá-la. A minha Callie é tão awesome. Preparem-se, agora é o momento em que eu me vou chatear a sério.

Really, Shonda? Really? Stop torturing me. And my girls -.- Eu sabia que a Callie ia receber notícias terríveis e o meu palpite é que teria a ver com o facto de não poder engravidar e, guess what, I was right -.- Eu já tinha dito que achava cedo para elas estarem já a ter outro bebé, mas como é óbvio, também já estava cheia de sentimentos fofinhos sobre o assunto. E a Shonda estraga tudo novamente. A Arizona ofereceu-se para ter o bebé e atrevo-me a apostar que ela o teria feito, mas provavelmente apenas porque a Callie não pode. Acho que a Callie também entendeu isso e por isso declinou a oferta e disse que ficavam bem assim. Mas a Callie queria mesmo ter outro bebé! E eu queria mesmo ver a Callie grávida novamente! Eu quero cenas fofinhas para elas e não há forma de isso acontecer. E por amor daquilo que é mais sagrado, a Callie e a Arizona que não andem agora outra vez a discutir por causa de bebés. Já vimos isso e não foi cool da primeira vez. Fica o recado, Shonda -.-

Apesar deste contra-tempo para as minhas meninas, o episódio não foi nada mau. Nada mau mesmo.

Nota: 7,5/10

Diana Sampaio.