5x07 - A Fair to Remember

5×07 – A Fair to Remember

Contém SPOILERS.

Este episódio de Modern Family reuniu toda a família numa feira da cidade. A excepção foi Haley, que ficou a disfrutar do sol e da piscina em casa do avô.

Curiosamente, as melhores partes do episódio vão mesmo para os miúdos Dunphy. É bom vê-los a ter mais destaque na série.

Como é normal para um rapaz da sua idade, Luke já não se interessa apenas pela sua Nintendo e, desta vez, o caçula de Claire e Phil pediu ajuda à irmã Alex  para conquistar uma rapariga. Pena que Haley tenha ficado em casa, porque teria sido uma melhor ajuda para o irmão. Alex queria apenas conservar aquela amiga e acabou por arruinar o ‘arranjinho’ de Luke.

Gosto muito da Alex (apesar de ser a menos engraçada dos Dunphy) mas acho que a história dela como uma ‘social outcast’ já está muito batida. Tal como os outras personagens, também ela deveria evoluir.

Por seu lado, Haley conheceu o novo ‘manny’ dos Prichett. As cenas dela com Andy foram tão divertidas que até foi bom ela não ter acompanhado o resto da família. Haley mazinha no seu melhor. Veremos se a história destes dois tem mais para dar. Dylan deixou saudades mas Andy também tem a sua piada.

Como a mãe preocupada que é, Gloria anda nervosa que Manny não se esteja a integrar no liceu. No entanto, o que mais me surpreendeu foi a confissão de Manny de que isso também o inquietava. Esta história acabou por ‘matar dois coelhos de uma cajadada só’. Manny foi recrutado para a equipa de futebol americano da escola e Cam arranjou o jogador que precisava. Relativamente a Jay como polícia, a história foi cómica, mas um tanto exagerada. No entanto, gostei de ver o orgulho na voz dele quando revelou que Manny tinha entrado na equipa.

O casal Cam e Mitchell não teve grande destaque no episódio, apesar de eu ter gostado de ver Cam lutar pela sua equipa. Uma das razões que fazem Cam uma personagem tão popular é a variedade dos seus gostos. E o Cam versão treinador de futebol americano é hilariante.

Já Phil e Claire celebraram o vigésimo aniversário do seu casamento e os seus filhos levaram-lhes o pequeno-almoço à cama. Desta vez, não houve surpresas desagradáveis (quem não se recorda de eles terem apanhado os pais  a ‘festejar’ o aniversário entre lençóis?), os os filhos certificaram-se  disso.

Confesso que teria adorado ver Phil cantar e fiquei desiludida com sua desistência. Contudo, após tantas tentativas falhadas ao longo dos anos, Claire merecia ter o destaque nos presentes. A sua prenda foi muito original e a reacção de Phil comoveu-me um bocadinho. Well done, Claire!

Para terminar queria destacar a Lily, que se tem revelado um elemento essencial na série. Nunca pensei que fosse gostar tanto dela.

Nota: 7/10

Maria Sofia Santos