Dorian Missick (Southland) terá um papel importante no primeiro episódio produzido virtualmente de All Rise, influenciado também ele pela pandemia do coronavírus.

Num verdadeiro caso de distanciamento social familiar, Missick irá juntar-se à mulher e protagonista, Simone Missick, no papel do DJ Tailwind, que será uma presença constante durante todo o episódio, que irá para o ar dia 4 de maio, na CBS.

Segundo os produtores, “o DJ é o nosso guia pelas ruas de Los Angeles. Uma voz reconfortante e ocasionalmente irreverente, que vamos ouvindo à medida que vemos imagens de uma cidade quase deserta, acompanhadas por batidas e música. Ele é um DJ desconhecido que vive em L.A. e, durante o isolamento, partilha a sua música e ocasionalmente os seus pensamentos com o mundo através do computador portátil, em casa.”

O episódio será filmado nas casas dos atores e os produtores planeiam utilizar VFX (efeitos visuais) para criar os cenários necessários. Um diretor de fotografia sozinho irá, num veículo, filmar imagens do exterior que refletem o ambiente que se vive atualmente nas ruas e bairros de Los Angeles. Todo o episódio será filmado tendo em conta as regras de distanciamento social. Michael Robin, produtor executivo, irá realizar o episódio.

No episódio, após debaterem as vantagens de continuarem a trabalhar numa altura como esta, a Juíza Judge Benner (Marg Helgenberger) autoriza a Juíza Lola Carmichael (Simone Missick) a presidir um julgamento virtual, que envolve a disputa entre irmãos e um carro roubado. Emily (Jessica Camacho) representa o réu, um artista de grafítis, e Mark (Wilson Bethel) representa a acusação, sendo esta a primeira vez que participa num julgamento no “tribunal” da Lola. Além disso, Mark e Quinn (Lindsey Gort) continuam a explorar a sua relação romântica (e sexual), mesmo estando em quarentena em casas diferente. A Juíza Judge Benner supervisiona o tribunal de longe e tem dificuldades em aprender a cozinhar, Sara (Lindsay Mendez) tem de equilibrar o seu trabalho diurno com a agitação da entrega de comida. A relação de Luke (J. Alex Brinson) e Emily é posta à prova com a separação e a misofóbica e impaciente Sherri (Ruthie Ann Miles) luta contra a nova (des)ordem mundial.