Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas e desta vez vamos dar a conhecer-te algumas sobre NCIS: Los Angeles e NCIS: New Orleans:

NCIS: Los Angeles:

1. Durante a produção, a série, que é o primeiro spin-off de NCIS, era conhecida como NCIS: Legend, mas houve outros nomes que foram considerados: OSP: Office of Special Projects, NCIS: OSP e NCIS: Undercover.

2. Paul Walker (saga Fast & Furious) foi considerado para o papel de G. Callen, que acabaria por ser interpretado por Chris O’Donnell.

3. LL Cool J, que dá vida a Sam Hanna, evita o uso de duplos sempre que pode. O ator revelou que é importante para ele proporcionar ao público uma experiência o mais próxima possível da realidade.

4. Kensi Blye (Daniela Ruah) e Marty Deeks (Eric Christian Olsen) formam um casal em NCIS: LA, mas os atores são família na vida real. Ruah é casada com David Paul Olsen, o irmão mais velho de Eric e seu duplo na série.

5. As duas gravidezes de Ruah obrigaram a série a adaptar-se, de forma a que a atriz também tivesse menos tempo de ecrã. Assim sendo, na segunda metade da 5.ª temporada, Kensi foi enviada para o Afeganistão numa missão secreta. Na primeira metade da 8.ª temporada, a personagem foi ferida durante uma missão na Síria e esteve em coma.

6. Quando Adam Jamal Craig saiu da série ao fim de uma temporada, foi oferecido um papel a Brian Avers no elenco principal, sendo que o ator já tinha aparecido nos dois episódios de NCIS que introduziram NCIS: Los Angeles. No entanto, Avers não quis aceitar e acabou por aparecer apenas em três episódios da 1.ª temporada (e, posteriormente, marcou também presença num episódio da 3.ª temporada).

7. No episódio 5 da 4.ª temporada, intitulado The Fifth Man, vemos um grupo de quatro amigas a jogarem no casino. As quatro são as mães de Cool J, O’Donnell, Olsen e Ruah.

8. O sucesso da série passou para a literatura, com a Titan Books a lançar, em 2016, NCIS: Los Angeles: Extremis. O livro, escrito por Jerome Preisler, acompanha G. Callen e Sam Hanna durante a investigação do homicídio de um antigo senador. Seguiu-se NCIS: Los Angeles: Bolthole, da autoria de Jeffrey J. Mariotte, onde dois crimes, aparentemente sem ligação, são alvo das atenções da equipa de Los Angeles. Os dois livros contêm histórias originais com os personagens que conhecemos da série.

9. No final de 2012, surgiram notícias acerca de um potencial spin-off, NCIS: Red, acerca de uma equipa de agentes que viajavam pelo país a resolver crimes. No entanto, uns meses depois, a CBS avançou que não ia seguir em frente com a série.

NCIS: New Orleans:

1. O spin-off de NCIS: LA não chegou a ver a luz do dia, mas a verdade é que o universo de NCIS se expandiu na mesma, com a estreia de NCIS: New Orleans em setembro de 2014.

2. Dizem os rumores que o conhecido ator de cinema Richard Gere demonstrou interesse em ser o protagonista. No entanto, os produtores terão considerado que ele não era a pessoa que mais se adequava ao papel. Josh Lucas (The Mysteries of Laura), ao que parece, também se mostrou interessado em integrar o elenco da série enquanto Christopher LaSalle.

3. Os personagens de Scott Bakula e Chelsea Field, Dwayne Pride e Rita Deveraux, têm um envolvimento amoroso na série e os atores são casados na vida real.

4. Patton Plame, o especialista em computadores da equipa, não é paraplégico por acaso. Daryl Mitchell, o ator que lhe dá vida, também usa cadeira de rodas desde que sofreu um acidente, há vários anos.

Conhecias alguma destas curiosidades sobre NCIS: Los Angeles e NCIS: New Orleans?