Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas! Desta vez vamos dar a conhecer algumas sobre That 70’s Show:

1. Inicialmente, a série iria chamar-se Teenage Wasteland e, mais tarde, surgiu também The Kids Are Alright como hipótese, mas ambas estavam associadas à discografia da banda The Who e houve questões legais que impediram que qualquer um destes nomes fosse usado. A série acabou por ser anunciada como Feelin’ Alright, mas esse nome não foi bem recebido e então houve a necessidade de encontrar outro. Entrevistas de grupo focal – uma técnica bastante utilizada na área do Marketing para testar a reação a um novo produto, serviço, entre outros – revelaram que várias das pessoas presentes em estudos se referiam à comédia como: “eu gosto daquela série sobre os anos 70” ou “gosto daquela série dos anos 70”, o que acabou por levar à escolha de That ’70’s Show para título.

2. Mila Kunis tinha apenas 14 anos quando fez audições para a série, mas os diretores de casting queriam que todos os elementos do elenco tivessem, pelo menos, 18. Assim sendo, a atriz terá dito aos produtores que iria fazer 18 anos, só não referiu que isso aconteceria muito tempo depois, deixando-os assumir que seria nesse mesmo ano.

3. Em muitas cenas, Kunis tinha de usar saltos altos para aparecer no mesmo frame de Laura Prepon, visto a grande diferença de altura (cerca de 15 centímetros) entre as duas atrizes. Outra forma de ultrapassar este ‘obstáculo’ terá sido filmar as duas sentadas, em vez de de pé.

4. Topher Grace entrou no elenco depois de dois dos criadores da série, Bonnie Turner e Terry Turner, o terem visto numa peça de teatro do liceu. Estavam lá para assistir à prestação da filha, mas ficaram impressionados com o talento de Topher, que nunca tinha representado a nível profissional.

5. Chuck Norris foi a escolha inicial para dar vida a Red Forman, mas o ator ainda se encontrava a filmar Walker, Texas Ranger e incompatibilidades de horários impossibilitaram-no de aceitar o papel. A ideia de ter alguém que o público estava habituado a associar como muito masculino nesse papel pretendia ser um completo contraste com Eric Forman, um rapaz magricela e nerd que não tinha interesse em desportos ou outras atividades anteriormente associadas como sendo para homens.

6. James Franco (The Deuce) fez audições para o papel de Michael Kelso, que acabaria por ser entregue a Ashton Kutcher. Nas últimas temporadas da série, a presença de Kutcher foi gradualmente reduzida a pedido do ator, uma vez que queria explorar novas oportunidades no mundo da representação e conquistou papéis em filmes de grande orçamento que não seriam possíveis de conciliar com o estatuto a tempo inteiro em That 70’s Show.

7. À medida que a série avançava, vimos Kitty Forman a deixar de fumar, algo que aconteceu porque Debra Jo Rupp, que dava vida à personagem, abandonou o hábito na vida real.

8. A comida que Kitty fazia na cozinha, doces como bolachas ou brownies, era aproveitada como lanches para os membros do elenco e da restante equipa da série durante as pausas nas gravações.

9. Buddy, o personagem de Joseph Gordon-Levitt, era para ter sido recorrente, mas os fãs da série não terão reagido bem à ideia de Eric ter um “amigo gay que estava constantemente a atirar-se a ele”. Assim, Buddy marcou presença em apenas um episódio da 1.ª temporada, com o seu personagem a ser retirado da série.

10. That 70’s Show teve direito a um remake no Reino Unido, chamado Days Like These, em 1999. Os guiões eram bastante semelhantes aos da série original, os nomes dos personagens principais também eram iguais ou muito semelhantes aos da versão americana e as alterações visíveis eram sobretudo referências culturais. A série original durou oito temporadas, mas a britânica ficou-se por uma, sendo que foram emitidos apenas 10 dos 13 episódios previstos.