Classificação

8
Interpretação
7
Argumento
8
Realização
7
Banda Sonora

[Contém spoilers.]

Depois de alguma espera, ainda não é em There que vemos o nascimento dos filhos de Kevin. Ao invés, This Is Us traz-nos um episódio bastante focado em Kevin e em histórias muito específicas. Grande parte do episódio segue Kevin, a abandonar o seu trabalho e numa viagem de carro até ao aeroporto, o que cria bastante suspense e preocupação pois não sabemos se algo lhe vai acontecer pelo caminho. Todo o episódio serve de ode a Jack e a como ele marcou a vida do seu filho que quer agora ser um pai tão bom como aquele que teve. E talvez por ter esse desejo e ser tão altruísta Kevin vá perder o nascimento dos seus próprios filhos.

Reconheço que a estrela do episódio foi Kevin, mas para mim, quem me trouxe lágrimas aos olhos foi, sem dúvida, Madison que está sozinha no hospital, no meio de uma pandemia a ter o seu bebé. A cena em que ela está ao telemóvel com Randall e Beth e percebe que faz parte da família foi dos momentos mais bonitos de todo o episódio. Adicionalmente, ver Miguel a ser apreciado por Kevin também deu um bom toque à narrativa.

Saí deste episódio sem grandes opiniões. Visto que não se passou muita coisa e foi tudo vivido quase em tempo real, não tive muita margem para desenvolver teorias ou críticas. Foi um episódio um tanto stressante, mas sem muito que se lhe diga – para ser honesta, todos os throwbacks com Jack já não me causam as emoções que causavam antes. Adicionalmente, devo dizer que achei o final do episódio um pouco abrupto sendo que teremos de esperar uma semana pelo próximo. Ainda assim, é entusiasmante pensar que na próxima semana a família Pearson ganha três novos membros, dois gémeos e um bebé adotado (o segundo trio Big Three!). E que, se este clima se mantiver, a família ficará mais unida do que nunca. Falta saber também qual será o próximo elemento disruptivo (há sempre um, não é verdade?). Novo episódio, na próxima quinta-feira, na FOX Life Portugal.

Ana Leandro