Classificação

8
Interpretação
7
Argumento
7.5
Realização
7
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

A nova série da Hulu, em estreia no Disney+ em Portugal, M.O.D.O.K., animação da Marvel, estreia hoje, dia 21 de maio, com este primeiro episódio de dez, com personagens com as vozes de Patton Oswalt, Melissa Fumero, Aimee Garcia e Ben Schwartz nos papéis principais. Temos assim um elenco forte em M.O.D.O.K. que parece estar mais à vontade e voltado para comédia e a série nunca se deverá afastar muito deste registo, logo desde o primeiro episódio.

Nestes primeiros minutos do primeiro episódio de M.O.D.O.K. conseguimos ter um género de série de super-heróis diferente, não só pelo tipo de animação mas também pelo conteúdo que nos é oferecido. Sinto que não está ao nível de Deadpool (no que diz respeito a gargalhadas) mas consegue tocar no nível de cínico e grosseiro que o filme mencionado nos proporciona. Está também quase ao nível do absurdo que podemos ver em Rick & Morty ou até mesmo em outras séries da Adult Swim.

Gostei também de ver a alternância e conjugação entre comédia doméstica clássica e a comédia de trabalho mais moderna mas com um toque de super heróis/vilões. Todos concordam que ele é um inventor genial mas será que também é um bom pai e marido? Conseguirá ele conquistar o mundo? E ajudar na preparação de uma cerimónia Bar Mitzvá para o seu filho?

Parece-me que M.O.D.O.K. será uma personagem difícil, não saberemos bem se torcemos por ele ou se queremos simplesmente que se dê mal em todos os adversidades que lhe aparecem. Consegui ter estes dois sentimentos várias vezes ao longo do episódio. Ele terá de liderar a AIM (Advanced Idea Mechanics) e ao mesmo tempo lidar com todos os problemas pessoais que lhe aparecem por ser a figura que é. Não vai ser fácil ser vilão durante o dia – que muitas vezes incluem batalhas com um personagem bastante conhecido do universo Marvel – e à noite voltar para a sua casa nos subúrbios, onde vive com sua esposa Jodie e os seus filhos.

Apesar de terem sido 20 minutos divertidos, com bastantes detalhes na animação, sinto que muitas piadas não atingiram todo o seu potencial, neste primeiro episódio de M.O.D.O.K., parecendo por vezes pouco trabalhadas e algo para o infantil (mas também não se pode esperar que todas as piadas funcionem). Outro problema é a alternância entre enredos, que apesar de nenhum deles ser efetivamente mau, faz com que o episódio não seja tão engraçado quando tem que mover as peças ao longo deste tabuleiro e passar por tramas em que nenhum dos personagens vai ser sequer investido e aprofundado o suficiente (mas a premissa é mesmo esta e para muitos isto fará sentido).

Achei bastante interessante esta nova forma com que uma série da Marvel se apresentou, nem tudo tem que ser pesado e cheio de ação, por vezes algo mais leve é o suficiente. M.O.D.O.K. consegue mostrar-nos isto mesmo e espero ver e isto acontecer mais vezes com outras histórias do universo Marvel.

Filipe Tavares