Classificação

8
Interpretação
7
Argumento
7
Realização
6
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

Eterno sofrimento e castigo? A gerência tem uma ideia diferente. O episódio piloto de Devil May Care, The New Guy, revela-nos um Diabo (interpretado por Alan Tudyk) cansado do dia a dia do Inferno, local assolado pela criminalidade, caos e infelicidade dos seus residentes. De forma a criar uma nova dinâmica, decide recrutar o recém-chegado Beans (Asif Ali), expert em redes sociais, para ser seu assistente pessoal, dando-lhe a difícil tarefa de ajudá-lo a trabalhar a imagem e reputação do seu reino, de forma a mudar os comportamentos do povo e reconquistar a confiança e o respeito de Deus.

O problema é que este Diabo tem tanto de poderoso como de incompetente, juntando a sua falta de conhecimentos no campo do Marketing Digital a uma coleção de ideias completamente idiotas. Beans, preocupado e tenso pela sua nova função, depara-se com meios condizentes com o cliente, desde um local que reúne o pior da Terra, como uma internet de banda larga dos anos 90 (com aquela agradável melodia de conexão) e um povo degenerado e pouco disponível para aprender algo de novo.

São 11 minutos bem passados em que somos brindados com um cómico chorrilho de disparates que nos deixa a desejar pelos próximos episódios. A animação, como já havia sido provado em séries como Rick and Morty, volta a mostrar a sua força como um dos géneros mais eficazes a fazer comédia, alimentada pelo seu elemento mais fantasioso, enquanto subtilmente toca em alguns dos principais temas dos nossos dias. Serão as redes sociais capazes de dar uma boa reputação ao Inferno?

Diogo Gouveia