Classificação

7.6
Interpretação
7.5
Argumento
7.5
Realização
7.7
Banda Sonora

[Contém spoilers.]

“I don’t see the Batwoman in you. And maybe that’s because I don’t see the you in Batwoman.”

Uma nova semana trouxe consigo um novo episódio de Batwoman. Bat Girl Magic! é o terceiro capítulo desta temporada, o qual continua a jornada de Ryan Wilder no papel de nova heroína de Gotham. Aqui, Ryan enfrenta o desafio que é viver uma vida dupla, enquanto Mary e Luke continuam a ter opiniões divergentes em relação à substituta de Kate. Entretanto, Victor Zsasz corta o seu caminho pelas ruas da cidade, ao mesmo tempo que Jacob e os Crows tentam colocar um fim ao tráfico de Snake Bite em Gotham. Por fim, Safiyah e Alice encontram-se novamente, e Sophie vê-se numa situação inesperada.

Semana após semana, Batwoman tem vindo a trazer à sua audiência episódios que, de forma geral e constante, se têm mostrado interessantes, capazes de cativar e mover quem se encontra do outro lado do ecrã, ao mesmo tempo que avançam a história a ser contada. Bat Girl Magic! não aparece como exceção à regra, apresentando-se, ao longo da sua duração, como um episódio divertido que serve também para lançar as bases para os próximos capítulos da série.

Até agora, esta nova temporada tem feito um esforço no sentido de justificar a necessidade de uma nova defensora para a cidade de Gotham, reforçando a importância deste papel e o porquê de Ryan ser a pessoa perfeita para o interpretar. Apesar de perceber o porquê de assim o ser, por momentos tive algum receio que a série ficasse presa nesta fase introdutória, pelo que fiquei bastante aliviada em ver a nossa protagonista mais à vontade nesta sua nova pele, estreando até um novo visual perto do final do episódio. Mas adaptar-se a esta nova realidade não tem sido uma tarefa fácil para Ryan, não só devido aos desafios levantados pela sua falta de familiaridade com o batsuit e seus componentes, mas também pela luta constante que é a sua vida pessoal. Neste sentido, senti também alguma satisfação com a solução à sua falta de emprego – afinal de contas, faz todo o sentido que Mary ajude Ryan com este problema, ainda que o seu salário precise de alguns ajustes.

Batwoman continua assim a encontrar novas formas de interlaçar a vida de Ryan com a sua nova ocupação, sendo que um dos meus aspetos favoritos desta relação é o facto de a nossa heroína conhecer de perto os criminosos de Gotham, quer pessoalmente ou através de terceiros. Este é o caso do nosso vilão da semana: Victor Zsasz. Após ficar familiarizada com o personagem através de Birds of Prey (and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn), fiquei apreensiva ao saber que o personagem teria a sua estreia no Arrowverse em Batwoman. Mais uma vez, a série veio a provar que as minhas preocupações não tinham qualquer validade. Apesar de esta interpretação de Zsasz diferir em muito da de Birds of Prey, diverti-me imenso com o assassino por contrato a que somos apresentados, e espero que o voltemos a ver no futuro (até porque, como sabemos, a narrativa de Zsasz encontra-se ligada a outra personagem).

Este é, também, o episódio em que ficamos a conhecer de uma vez por todas Safiyah – uma personagem sobre a qual tenho opiniões mistas. Fiquei um pouco desiludida em saber que esta representação de Safiyah não é fiel à da banda-desenhada, mas rapidamente coloquei essa desilusão numa caixinha à parte para poder continuar a apreciar o episódio. Sabemos agora que Safiyah estava atrás de Alice por esta ter roubado uma planta da ilha – a Desert Rose de que temos vindo a ouvir, e a cura milagrosa que corre agora pelas veias de muitos dos cidadãos de Gotham. Oops. É um problema que Safiyah pretende corrigir, pelo que contrata Zsasz para eliminar qualquer vestígio desta cura – incluindo, é claro, todos aqueles que a tomaram. Curiosamente, no entanto, Safiyah promete a Alice que não matou a sua irmã, oferecendo-lhe o colar de Kate como prova antes de a deixar partir. Pessoalmente, acredito que é possível que alguém esteja a trabalhar arduamente para colocar Alice e Safiyah uma contra a outra, mas veremos onde a série nos leva.

De momento, sinto que é seguro assumir que Sophie e Alice terão de unir forças no futuro próximo se realmente pretendem descobrir o que aconteceu com Kate. Afinal de contas, são das poucas personagens que sabem agora que Kate provavelmente ainda está viva, com a exceção de Jacob, em quem Sophie confiou o segredo no final do episódio. Estou curiosa em ver como Alice e Sophie trabalham em conjunto, em especial após este episódio não nos ter dado muitas possibilidades de as ver em ação.

Entretanto, Mary parece ter perdido qualquer tipo de esperança em voltar a ver Kate com vida – algo que me entristece imenso. Felizmente, Luke agarra-se à esperança que ainda tem, ao mesmo tempo que começa, aos poucos, a deixar Ryan entrar neste seu pequeno círculo. Devo dizer que as personagens estão a lidar com o desaparecimento de Kate de forma inesperada, em especial Mary. Pensei que a irmã adotiva de Kate lutaria com mais convicção por respostas em relação ao sucedido, mas creio que esta pense que ter esperança é pior do que enfrentar a aparente realidade. Será interessante ver de que modo reagem às novidades trazidas por Alice e Sophie e de que forma isto irá influenciar o rumo da equipa.

Por fim, resta-me apenas mencionar dois pequenos (talvez grandes?) easter eggs que registei, neste episódio. Ambos ocorreram no final do episódio, na sede dos Crows: primeiro, dois agentes mencionam Black Mask, que é apontado como o líder por detrás do tráfico de Snake Bite em Gotham; depois, Jacob menciona uma fotografia encontrada no telemóvel de Kate – um quadro pintado por Jack Napier (o Joker). Batwoman não se acanha no que diz respeito a mencionar personagens conhecidas do lore da DC, pelo que me questiono sobre quando algum deles fará uma aparição na série.

Com uma nova temporada já confirmada, anseio por saber o que nos reserva o futuro de Batwoman. Pessoalmente, sinto que a série tem sido uma excelente fonte de entretenimento, e acredito que tem potencial (e material) suficiente para o continuar a ser.

Ainda que Batwoman se encontre em pausa esta semana devido à Super Bowl, podem ver este ou os anteriores episódios da série através da HBO Portugal, estando os seus novos capítulos disponíveis na plataforma às terças-feiras, dois dias após a estreia no país de origem.

Inês Salvado