Classificação

8
Interpretação
7.7
Argumento
8.4
Realização
7.5
Banda Sonora

[Contém spoilers]

“Honor above all”

Na mesma semana em que Krypton chega à sua midseason, o Man Steel atinge um marco histórico, tendo feito 80 anos e chegado à edição 1000 na revista Action Comics, que foi o ponto de partida para a DC Comics que temos hoje. Parabéns, Superman!

Quanto à série televisiva do planeta de origem de Kal-El, com um argumento cada vez mais evolvente e uma realização espetacular, chegamos a meio da temporada interessados em saber como a história se vai desenrolar até ao final.

Em paralelo com o título, um dos grandes pontos positivos do episódio foi a caracterização e o aprofundar da Casa Zod. Passando pela infância de Jayna e todas as provas que teve de passar, explicando o porquê de a personagem ser tão fria e desligada de emoções, acompanhamos todo o julgamento de Lyta, que manteve a honra até ao último momento, e no fim do episódio temos a grande revelação de quem é o comandante dos Black Zero. Como tinha sugerido na review anterior ele é de facto um Zod, mas não um antecessor de Lyta, na verdade é o seu filho, ou seja, Colin Salmon é o General Zod!

Em relação à Casa Vex, se na semana passada foi Nyssa a mostrar ser a mestre dos jogos nas sombras, desta vez o seu pai, Daron Vex, demonstra que consegue ser igualmente maquiavélico e muito mais sem escrúpulos. Ficará Krypton melhor se for governada por Daron do que está agora? A minha confiança tende mais para Nyssa, que aparenta ter um fundo bom.

Seg-El tem para mim o episódio em que mais me preocupo com ele, embora continue a não considerá-lo uma personagem principal. Tirando o seu amor por Lyta e um desejo de vingança pela morte dos pais, as suas motivações são vazias e não se percebe o que leva a personagem a agir da maneira que age.

Adam Strange continua a ser o alívio cómico e é realmente engraçado vê-lo a confundir os kryptonianos com expressões da Terra. No entanto, parece que esta faceta mais amigável irá desaparecer quando ele descobrir que o General Zod adulto também está naquele momento em Krypton com eles.

Uma introdução interessante neste episódio foi o dos cythonnites, um grupo de kryptonianos renegados que veneram Cythonna, a deusa do Gelo, em vez de Rao. Num ambiente tão gelado e inóspito como é Krypton e onde o sol é pouco mais que artificial, uma deusa do gelo parece fazer muito mais sentido do que um deus do Sol. Este grupo de pessoas vem expandir o que sabemos da cultura e dos grupos organizados existentes no planeta, assim como desperta novos mistérios, nomeadamente de onde vem o ódio pela casa El. E o que se esconde por detrás da porta com o símbolo dos El?

Brainiac, Zod e agora na promo do próximo episódio corre o rumor de que vai também aparecer Doomsday! A lista dos maiores inimigos de Superman está quase completa, a dúvida é se Krypton conseguirá sobreviver a todas estas personagens. Até lá, in Zod we trust?

Emanuel Candeias